Camacho valoriza 1ª semana cheia no Santos FC e quer recuperação contra o Cuiabá: “Estamos incomodados”

Camacho valoriza 1ª semana cheia no Santos FC e quer recuperação contra o Cuiabá: “Estamos incomodados”

O Santos FC encerrou na tarde desta sexta-feira (3) a preparação para o duelo contra o Cuiabá, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2021. No estádio Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá, o técnico Fernando Diniz comandou a última atividade antes do confronto com a equipe auriverde, que acontece neste sábado (4), às 21h (de Brasília), na Arena Pantanal.

Para conseguir a recuperação no torneio nacional, o Peixe precisará quebrar o jejum de cinco jogos sem vencer na temporada. O último trinfo santista foi contra o Libertad, por 2 a 1, no dia 12 de agosto, na Vila Belmiro, pela Sul-Americana. O meia Camacho admitiu o incômodo com a sequência negativa, mas acredita na correção dos erros diante do Cuiabá.

“Todo mundo aqui dentro está incomodado com a situação. A gente sabe que está devendo e o resultado não está vindo. Mas trabalhamos muito durante essa semana e espero que amanhã seja um grande dia, que não cometamos as mesmas bobeiras dos últimos jogos. Acredito que vamos sair daqui com essa vitória e caminhar para fazer um grande segundo turno”, afirmou o camisa 29.

Com Camacho em campo, o Santos FC finalizou a preparação para o jogo contra o Cuiabá nesta sexta-feira (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

E na preparação para o embate contra o Cuiabá, o técnico Fernando Diniz teve apenas sua segunda semana cheia para treinar o elenco desde que chegou ao Santos FC. Anteriormente, o treinador só conseguiu trabalhar por uma semana entre os jogos contra The Strongest e Barcelona de Guayaquil, pela Conmebol Libertadores, em maio. Para Camacho, o tempo livre para treinos será fundamental na recuperação da equipe.

“Eu estou aqui há dois meses e meio, e é a primeira vez que participo de uma semana cheia com todo o grupo reunido. Isso é importante demais. Os clubes que disputam o Brasileirão com semana cheia quase sempre sobem de produção e a intensidade é maior. Nosso elenco estava vindo muito cansado por conta da sequência e estávamos sentindo um pouco no segundo tempo. Essa semana cheia foi boa para a gente descansar e treinar o que estávamos errando”, concluiu o meia.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)