Apresentado, Diniz revela ‘sintonia’ com presidente Rueda e elogia ‘futebol para frente’ do Santos FC

Apresentado, Diniz revela ‘sintonia’ com presidente Rueda e elogia ‘futebol para frente’ do Santos FC

Fernando Diniz foi oficialmente apresentado como novo técnico do Santos Futebol Clube na manhã desta segunda-feira (10), na Vila Belmiro. Na primeira entrevista como comandante do Peixe, o treinador elogiou a postura do presidente Andres Rueda durante as negociações.

“Agradeço ao presidente. Tivemos sintonia fina muito grande. A minha conversa com ele foi a base, o fio condutor para que a gente tivesse o acerto. De fato eu preciso de uma pessoa como ele. Tivemos sintonia, química muito forte. Ele tem seriedade, caráter e bons valores. Essas são as coisas mais importantes da vida e é tudo que eu faço questão de implantar sempre no meu trabalho”, afirmou o treinador.

Aos 47 anos de idade, Fernando Diniz iniciou seu trabalho como técnico em 2008 e prega um estilo de jogo com intensidade e o protagonismo de suas equipes dentro de campo. Como jogador, ele teve uma curta passagem pelo Santos FC em 2005 e agradeceu a oportunidade de retornar ao Peixe, agora como técnico.

“É um prazer ser treinador do Santos FC, clube que passei como jogador e tive essa honra. É o time do Pelé, só isso faz o Santos FC já estar entre os maiores do mundo. Vou me entregar com toda a força que eu tenho para ajudar. É um clube que tem futebol para frente desde que me conheço por gente. Cresci com a geração dos primeiros Meninos da Vila, Juary, João Paulo e Pita, depois o Giovanni, que quase fomos campeões em 1995. Robinho, Neymar, Rodrygo e essa geração atual”, comentou.

No último domingo (9), Diniz observou a vitória santista por 2 a 0 sobre o São Bento, na Vila Belmiro, finalizando a campanha no Paulistão. Agora, o treinador assume com a missão é recuperar o time na Conmebol Libertadores. Nesta terça (11), o Santos FC recebe o Boca Juniors, às 19h15, na Vila Belmiro, pela 4ª rodada do torneio continental.

“O Santos FC têm muitos jovens, com alguns mais experientes que dão sustentação. Muitos jogadores bons. Vamos trabalhar internamente para conscientizar o jogador do que é o mundo do futebol. Muito agressivo, com muita exposição. Filtrando o de fora para nos fortalecer e vencer tudo isso. Minha chegada é importante para ver o que são capazes. Ontem (domingo) foi um dia especial para os jovens, testados em um dos jogos mais importantes da história. Responderam bem. Tenho estudado o elenco, sim. Olhei com mais profundidade desde que começamos a negociar. Gosto muito do que vi. Elenco forte, sim”, concluiu o técnico.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)