Alison vê Santos FC pronto para estreia e rechaça revanche com Barcelona-EQU por Libertadores de 2017

Alison vê Santos FC pronto para estreia e rechaça revanche com Barcelona-EQU por Libertadores de 2017

O Santos FC finalizou na tarde desta segunda-feira (19), no CT Rei Pelé, a preparação para a estreia na fase de grupos da Conmebol Libertadores de 2021. Após avançar em duas fases preliminares da competição, o Peixe recebe o Barcelona de Guayaquil nesta terça (20), às 19h15 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela primeira rodada do grupo C.

Poupado das últimas partidas do Alvinegro Praiano no Campeonato Paulista (contra Ponte Preta e Inter de Limeira, respectivamente), o volante Alison acredita que a equipe comandada por Ariel Holan está preparada para iniciar a caminhada em busca da quarta conquista da América.

“A gente precisa estar pronto para essa partida e acredito que estamos, sim. O nosso elenco é um pouco curto, então o professor poupou algumas peças nos últimos jogos para que todos estejam o mais próximo do 100%, pois essa estreia será importante demais para a sequência da fase de grupos. Já jogamos a Libertadores e sabemos como ela é difícil. É uma competição que exige muito do preparo físico de todos, então trabalhamos bastante para chegar inteiros nesta terça”, afirmou o capitão.

Alison, por sua vez, é um dos poucos jogadores do atual elenco santista que esteve em campo na derrota por 1 a 0 para o Barcelona de Guayaquil, em 2017, na Vila Belmiro, que acabou eliminando o Peixe nas quartas de final da Libertadores. Além do camisa 5, Copete e Jean Mota atuaram no duelo. Apesar da lembrança ruim, o volante acredita que o Santos FC não pode encarar o duelo desta terça como uma revanche.

“Agora é uma outra situação. É um outro jogo, uma temporada diferente e quase todos os jogadores dos dois times são outros em comparação ao confronto daquele ano (2017). Então não encaramos como uma revanche. Óbvio que é um jogo muito importante para nós. Começar a Libertadores com uma vitória, ainda mais dentro de casa, fará muita diferença lá na frente, então vamos fazer de tudo para buscar esse triunfo”, ressaltou.

Alison (foto), Copete e Jean Mota estavam presentes no duelo com o Barcelona-EQU em 2017 (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Cria das categorias de base do Santos FC, Alison firmou-se de vez como capitão durante a último ano e ajudou a equipe na caminhada até a final da Conmebol Libertadores da temporada passada. Atual vice-campeão do torneio continental, o camisa 5 quer levantar a taça em 2021.

“Temos que acreditar nesse título, sim. A gente vem aqui trabalhar todos os dias pensando nisso, pensando em conquistar títulos e deixar nosso nome gravado na história do clube. Temos que brigar por isso todos os dias. Ano passado batemos na trave. Mas vamos nos doar ao máximo para ir passando fase por fase, como foi na temporada passada, em busca desse título tão sonhado para nós e também para toda a nação santista”, concluiu Alison.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)