99 anos de Luiz Alonso Perez!

99 anos de Luiz Alonso Perez!

Por Guilherme Guarche, do Centro de Memória

No dia 22 de fevereiro de 1922, nascia em Santos, Luiz Alonso Perez, o Lula, que foi sem contestação alguma o melhor técnico que dirigiu o Santos Futebol Clube.

Lula dirigiu pela primeira vez a equipe titular em substituição a Aymoré Moreira, que fora dirigir a Seleção Paulista, que era o técnico efetivo do Santos. Essa primeira participação como técnico interino foi na vitória santista por 1 a 0 diante do São Paulo no Pacaembu, em partida amistosa com Alemão marcando o tento praiano que formou com: Luis; Olavo (Diogo) e Expedito; Nenê, Formiga e Pascoal; Cento e nove (Hugo), Dedeco, Alemão, Nicácio e Canhoto (Chiquinho). Depois ele dirigiu outra partida amistosa diante do mesmo São Paulo na Vila Belmiro com o time paulista vencendo por 2 a 0. No dia 07 de junho aconteceu esse encontro na Vila Belmiro em partida também amistosa.

Sua efetivação como técnico do Peixe aconteceu no dia 5 de junho de 1954, quando o Peixe venceu o Botafogo por 3 a 2 no Maracanã, em partida do Torneio Rio-São Paulo, com Tite marcando dois gols e Joel um. O time santista formou com: Manga; Hélvio e Feijó; Urubatão, Formiga e Zito; Joel, Walter, Álvaro, Vasconcelos (Hugo) e Tite.

A última vez que entrou em campo como treinador do Alvinegro foi no dia 19 de dezembro de 1966, em partida válida pelo Campeonato Paulista na vitória por 3 a 0 diante da Prudentina na Vila Belmiro, com Toninho Guerreiro marcando os três do Peixe que formou nessa despedida de Lula com: Cláudio; Zé Carlos, Modesto e Geraldino; Lima e Orlando; Amauri, Joel Camargo, Toninho, Dorval e Abel.

No Santos, o vitorioso técnico Lula conquistou 38 títulos. Durante o período em que esteve a frente do clube praiano ele dirigiu a equipe em 942 partidas tendo vencido 619 empatado 144 e perdido 179 partidas. Quem assumiu em seu lugar foi Antônio Fernandes, o Antoninho. Lula faleceu no dia 15 de junho de 1972 aos 50 anos de idade.

“Inventaram essa história que ele jogava a camisa para o alto. Mas meu pai tinha um olho clínico sensacional. Ele que montou aquele timaço.”, disse um dos três filhos do saudoso e inesquecível técnico Lula, Marcos Alonso Perez.