“Vila Belmiro é aliada para domingo”, afirma o meia Renato

O volante Renato, que está acostumado a decisões, avaliou o desempenho do Santos FC na primeira partida da final do Paulistão Itaipava 2015, no último domingo (26), contra o Palmeiras, na Allianz Parte. Para o camisa 8 do Peixe, a derrota por 1 a 0, ainda que tenha sido um mau resultado é reversível.

 

“Eram duas partidas, independentemente do resultado, mesmo que tivéssemos ganhado ou perdido de um placar elástico, futebol é cheio de surpresas. Sabemos que uma vitória simples nos leva aos pênaltis e com dois gols seremos campeões. Então a equipe vai lutar para isso”, comentou.

O Alvinegro Praiano tem a Vila Belmiro como aliada no duelo final do estadual, neste domingo (03), às 16 horas. Entretanto, Renato ponderou que o Peixe tem 90 minutos para buscar o placar, e não deve se expor de forma excessiva para buscar a vitória por dois gols de diferença.

“Na Vila o torcedor vai nos empurrar, mas não vamos ser campeões nos 15 primeiros minutos. Temos que fazer pressão no Palmeiras. Pensar no primeiro gol e depois no segundo”.

No Paulistão Itaipava 2015, o ídolo Renato fez 16 jogos e marcou dois gols.

UNICEF

Antes de conceder a entrevista coletiva nesta terça-feira (28), o volante Renato deu um pronunciamento, em nome do Santos FC:
“Só queria dizer que sábado passado (25) completou um ano da parceria do Santos FC com o Unicef, coincidentemente aconteceu um dos maiores terremotos no Nepal, onde 3 milhões de crianças estão com dificuldades. Acho que todos, principalmente nós que somos pessoas públicas, temos o dever de poder ajudar e nesse momento muitos precisam de água, remédio, lona, abrigo, cobertores para se proteger do frio. Eu visto essa camisa, sou doador, contribuo procurando salvar vidas. E por meio de vocês peço que possam doar e ajudar. O caminho é simples, no site do Unicef.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *