Série “Nossos Meninos” – Conheça os futuros craques do Santos FC

Série “Nossos Meninos” – Conheça os futuros craques do Santos FC

O Santos FC é conhecido mundialmente por revelar grandes craques do futebol. Pensando nos novos talentos que estão por vir, o site do Peixe traz agora, semanalmente, a história de um garoto da base santista. Aspirantes ao time principal, os Meninos da Vila lutam todos os dias para alcançar o sonho de ter o nome gravado na história de um clube mais do que vencedor.

Confira o primeiro perfil, do meia Matheus Oliveira:

Meia Matheus Oliveira (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)
Meia Matheus Oliveira (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Com sonho de fazer história no Santos FC, Matheus Oliveira se dedica no time Sub-20

Natural de São Paulo, criado no Jardim Dulce, na Comunidade Cai cai, o meio-campista Matheus Oliveira está no Santos FC desde setembro de 2013. Há quase um ano na categoria Sub-20, o garoto da zona sul da capital paulista é um menino apaixonado por futebol desde criança. Incentivado pelo pai, o garoto tem intimidade com a bola desde seus primeiros passos.

“Desde quando eu comecei a andar, meu pai me deu a primeira bola de futebol. Eu ficava jogando no quarto com ele. Ele dizia: Chuta, chuta a bola! E eu chutava. Minha mãe gosta pouco de futebol. Ela só me acompanha. Mas meu pai sempre gostou. Ele joga na várzea”, comentou.

O tempo foi passando e Matheus saiu do quarto para jogar no campo. Com a influência do pai, Robson Jericó, mais conhecido como Binha, o garoto não desgrudava da bola. Inclusive, as vezes só focava nela.

“Uma vez meu pai me esqueceu no campo e foi embora. Chegando em casa, minha mãe (Carla Maria) perguntou onde eu estava. Distraído, ele respondeu que eu estava na rua, até minha mãe o lembrar que ele tinha me levado para o jogo. Quando voltou, ele me viu jogando bola com outras crianças. Eu tinha oito anos e nem senti a falta dele. Estava brincando”, disse o garoto sorrindo.

Aos 13 anos, ainda quando jogava na várzea, Matheus passou em uma avaliação no Audax e lá ficou até os 17 anos. Após um amistoso contra o Peixe, o garoto recebeu o convite para ingressar nas categorias de base do Alvinegro Praiano. Sem pensar duas vezes, o atleta explica o motivo de sua escolha.

“Na época, conversei com meu pai e decidimos fazer essa mudança. Quis vir para cá porque o Santos FC revela muitos jogadores. É o time que mais dá oportunidades. Além disso, o ambiente aqui é muito bom. Eu me dou bem com todo mundo. O pessoal é bem alegre”, afirmou.

Matheus Oliveira, Léo Souza e Igor durante treinamento no CT Rei Pelé (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)
Matheus Oliveira, Léo Souza e Igor durante treinamento no CT Rei Pelé (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Matheus treina todos os dias sempre em busca de um crescimento técnico, tático e físico. Para estar pronto para os treinamentos, o meia descansa bastante nas horas vagas e procura deixar a mente tranquila para realizar bem os seus trabalhos.

“Moro no alojamento desde que cheguei aqui. Nas horas vagas, eu gosto de conversar com os meus amigos, ir à praia, ouvir música e assistir futebol pela TV. Quando consigo ir para São Paulo, passo o tempo com minha família. Não há nada melhor do que ficar com os familiares e amigos”.

Focado em subir para a categoria principal, Matheus se coloca à disposição do técnico Marcos Soares em todas as posições. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, o garoto jogou improvisado na lateral-esquerda. Mostrando maturidade, o paulistano afirma que todo aprendizado é válido em sua carreira.

“Eu treino bastante. Depois das atividades eu gosto de pedir para fazer finalizações ou algum complemento físico. Sempre tem algo para melhorar. Acho que tenho conquistado a confiança do professor Marcos, mas tenho que mostrar muito mais. Ele sempre pega no meu pé para melhorar. Isso é bom. Sei que juntos podemos ser campeões neste ano. O que ele pede eu tento corresponder da melhor forma. Se for para atacar ou defender, ou até trocar de posição. Não tem tempo ruim. Darei meu melhor em qualquer lado do campo”, ressaltou.

Matheus Oliveira em ação na Copinha 2016 (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)
Matheus Oliveira em ação na Copinha 2016 (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Inspirado em Lucas Lima, meia do time principal, Matheus Oliveira gosta de deixar seus companheiros na cara do gol. Sonhador, e com o sobrenome Santos, o garoto mira ser um grande camisa 10 do Peixe, conquistar a Libertadores da América e chegar à Seleção Brasileira.

“Sonho em poder chegar no profissional ainda esse ano. Se não acontecer, continuarei tentando. Vou trabalhar para chegar o mais rápido possível lá em cima. Quero fazer minha história aqui no Santos FC. Uma história boa, que fique marcada na memória da torcida. Ganhar todos os títulos possíveis e levantar ainda mais o nome do clube. Um dia quero ir para a Europa sim. Mas só depois de passar por tudo isso e chegar na Seleção. Pensei em ganhar uma Libertadores também. Na final do Paulista eu fiquei bastante emocionado. Espero estar lá no ano que vem também”, disse o garoto, que parecia enxergar seu futuro com uma certeza contagiante.

Ficha técnica

Matheus Oliveira
Nome: Matheus Oliveira do Santos
Nasc: 28/09/1997 – São Paulo
Altura: 1,73 m – Peso: 69 kg
Posição: Meia