Sereias da Vila estreiam com vitória no Campeonato Brasileiro Feminino

Sereias da Vila estreiam com vitória no Campeonato Brasileiro Feminino

(foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)

A terceira temporada das Sereias da Vila após o retorno da modalidade no Santos FC começou com o pé direito. Aliás, com os pés direitos das atacantes Sole Jaimes, Patrícia Sochor e Ketlen, autoras dos gols santistas na vitória por 3 a 0, contra o Foz Cataratas/Curitiba, na tarde desta segunda-feira (13), na Vila Belmiro.

Mais do que os três pontos no jogo, o Santos FC conseguiu mostrar um amplo domínio da partida desde a primeira etapa. criando boas oportunidades e abrindo o placar aos 12 minutos, com a atacante argentina Sole Jamies, que aproveitou a assistência da meio-campista Maurine, para fuzilar e marcar o primeiro gol santista na competição. Aos 20 minutos, foi a vez de Patrícia Sochor deixar sua marca. A atacante santista recebeu passe pela direita e, mesmo com pouco ângulo, arriscou um chute de fora da área e encobriu a goleira Karen.

A sequência da partida seguiu a mesma tônica, com o Peixe atacando com frequência e seguro no sistema defensivo. Prova disso foi o discreto desempenho da goleira Dani, que pouco foi exigida durante o jogo. O terceiro gol santista foi marcado pela atacante Ketlen, na marca de 21 minutos, de pênalti. Com o resultado, a equipe santista somou os três primeiros pontos na competição e já volta suas atenções para a segunda rodada, quando enfrenta o Rio Preto, no domingo (19), às 15h30, no interior paulista.

Ficha técnica: 

Santos FC 3×0 Foz Cataratas/Curitiba

Local: Vila Belmiro

Gols: Sole Jaimes, aos 12 e Patrícia Sochor, aos 20 muntos da primeira etapa; Ketlen, aos 21 minutos da segunda etapa.

Santos FC: Dani; Katiuscia, Carol Arruda (Erikinha), Camila e Dani Silva; Brena, Suzane (Sandrinha) e Maurine; Patrícia Sochor, Sole e Ketlen (Juliete). Tec. Caio Couto.

Foz Cataratas/Curitiba: Karen; Bia (Bruna); Scarlet (Fran), Jajá e Katile; Vero, Ester e Taiana; Priscila, Camile e Pamela (Laísa). Tec. Tchelo

(Texto: Ranier Grandé)