Santos FC / LMC disputa Copa Brasil de Goalball em Jundiaí (SP)

Santos FC / LMC disputa Copa Brasil de Goalball em Jundiaí (SP)

(foto: Dennis Calçada / Santos FC)

O Santos Futebol Clube / Lar das Moças Cegas vão entrar em quadra para a disputa mais importante da temporada. Dos dias 18 a 23 de outubro, o time de Goalball santista disputa a Copa Loterias CAIXA de Goalball, que representa a Copa do Brasil da modalidade. A competição será disputada em Jundiaí, interior de São Paulo. As equipes masculina e feminina do clube estarão no torneio.

São vários times na disputa pertencentes aos seguintes Estados: Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

O técnico do time masculino, Danilo Rong, vê o Santos preparado para a disputa da Copa Brasil. “Eu acho que o Santos/LMC nunca esteve tão preparado para um campeonato nacional como está desta vez. Nossos reforços que vieram no início do ano, que estiveram nas Paralimpíadas, estão jogando muito bem. Acredito que neste ano estamos indo para brigar pelo título, algo que não acontecia em outras oportunidades. Fomos vice em 2005 e nunca mais tivemos resultados tão expressivos.”

O pivô Romário, um dos destaque do time, e também da Seleção Brasileira, acredita que a equipe está entre as favoritas, mas destaca também outros times na competição. “O Santos, hoje, é um dos grandes favoritos. Temos time para ser campeão, graças ao apoio do Santos e do Lar das Moças Cegas. Entramos como um dos grandes favoritos, mas precisamos mostrar isso dentro de quadra. SESI, um time de Brasília e outro da Paraíba são muito fortes.”

A equipe feminina também entra com força, pois, assim como o masculino, tem jogadoras tarimbadas e na Seleção. “Nós treinamos bastante com estas meninas. E a chegada das jogadoras da Seleção Brasileira ajudaram e incentivaram muito as outras atletas. É complicado falar em favoritismo, mas vamos brigar bastante para chegar entre as melhores.”, diz José Mauro, treinador.

Uma das meninas da Seleção Brasileira é a ala Carol, que tem como meta faturar uma das medalhas, se possível, claro, a de ouro. ” Estamos acreditando no nosso potencial. Temos uma meta que é uma medalha, nos preparamos o ano todo. Subimos vários degraus para nos preparar para esta competição, que é a mais importante do ano.”

(texto: Fúlvio Feola)