“Sabia que uma hora a chave iria virar”, comenta Thiago Maia sobre o atual momento do Peixe

“Sabia que uma hora a chave iria virar”, comenta Thiago Maia sobre o atual momento do Peixe

A vitória no clássico da última quarta-feira (19), por 2 a 0, contra o Corinthians, pela Copa do Brasil, na Vila Belmiro, serviu para confirmar a boa fase que está passando o time do Santos FC. São sete jogos de invencibilidade, somando as partidas do Brasileirão e Copa do Brasil.

O bom desempenho não surpreendeu o volante Thiago Maia, que foi um dos destaques do Peixe no clássico. “Sabia que uma hora a chave iria virar. Porque o time que o Santos FC tem, com a tradição e esse elenco não podia ficar naquela situação. Até demorou muito para sairmos daquele momento ruim. Claro que ainda não ganhamos nada, então temos que continuar com a humildade e a união que temos nesse grupo”.

O volante, de apenas 18 anos, aprova o trabalho do técnico Dorival Júnior e admitiu ter descoberto novas características com a liberdade dada pelo treinador. “Há tempos eu era mais de marcação. Não dava para subir muito. Mas, com o Dorival, tenho mais liberdade. Chegar na frente é uma virtude que eu nem sabia que tinha. Espero ter a chance de fazer o meu primeiro gol como profissional”.

Há quatro anos no Peixe, Maia deixou de lado as questões contratuais e confirmou que vai manter seu foco no futebol. “Estou no Santos FC desde os 14 anos e esse Clube me deu tudo. Me ensinou a ser um homem, amadurecer mais rápido. Essa questão de renovação eu deixo para os meus empresários. Eu quero é jogar bola”.