Ricardo Oliveira iguala marca de Coutinho e dedica vitória a Rafael Longuine

Ricardo Oliveira iguala marca de Coutinho e dedica vitória a Rafael Longuine

Foto: Ivan Storti/SantosFC

No terceiro minuto de jogo da emocionante vitória por 3 a 2 sobre o Independiente Santa Fé, na noite desta quinta-feira (4), Ricardo Oliveira fez o Pacaembu explodir abrindo o placar e marcando seu segundo tento nesta Conmebol Libertadores Bridgestone. Feliz pelo importante resultado, o capitão do Santos FC comemora sua atuação e dedica esta vitória ao meia Rafael Longuine.

“Eu me dedico para ajudar o time de todas as maneiras. Eu me cobro por isso, mas também fico feliz quando tenho uma participação ajudando meus companheiros a marcarem gols e quando o time ganha. Tive a felicidade de fazer o primeiro gol e participar diretamente do segundo. Além disso, ajudei a brigar, o tempo todo, para conseguirmos um resultado fundamental. É um sentimento de felicidade e de dever cumprido”, disse Oliveira, que homenageou Rafael Longuine, que perdeu os pais em um triste acidente automobilístico na madrugada de terça-feira (2).

“Estamos felizes também por termos dado essa vitória ao nosso amigo Rafael Longuine. Recebemos dele uma mensagem muito emocionante. Não sei de onde ele tirou forças para escrever essa mensagem, nos desejando sorte e falando que estaria na torcida à distância. Nós (elenco) havíamos proposto que daríamos o nosso melhor para vencer o jogo e dar a vitória a ele”, ressaltou.

Ricardo Oliveira homenageia Rafael Longuine ao comemorar seu gol no Pacaembu (Foto: Ivan Storti/SantosFC)

Este foi o 11º gol de Ricardo Oliveira pelo Santos FC em Libertadores. Com nove tentos marcados na edição de 2003 e mais dois em 2017, o atacante igualou a marca do ídolo eterno Coutinho. Somente atrás de Pelé (16) e Robinho e Neymar (14), o atleta, que completa 37 anos neste sábado (6) comemora sua nova marca e demonstra alegria em fazer parte do atual plantel.

“Tenho a sensação de orgulho em fazer parte deste elenco, de trabalhar com jogadores que, acima de tudo, são amigos, parceiros, que se doam em prol do Santos FC, para que o clube esteja no lugar mais alto das competições que dispute. Fico feliz de fazer parte desta família e instituição e, também, poder dizer que aos poucos estou cavando um pouco mais em sua história. Quero seguir avançando e proporcionando alegria aos nossos torcedores”, comentou.

O próximo compromisso do Santos FC será pela Copa do Brasil. Pelo duelo de volta das oitavas de final, o Alvinegro Praiano encara o Paysandu (PA) na próxima quarta-feira (10), às 21h45, no Estádio Mangueirão. À disposição do técnico Dorival Júnior, Oliveira espera um difícil embate na cidade de Belém (PA). “Será um jogo muito complicado, mas defenderemos uma importante vantagem. Vamos em busca da classificação”.