Ricardo Oliveira detalha retomada após dois meses e vê Santos FC forte para decisão

Ricardo Oliveira detalha retomada após dois meses e vê Santos FC forte para decisão

Foto: Ivan Storti/SantosFC

Após quase dois meses sem entrar em campo, Ricardo Oliveira está pronto para voltar a vestir a camisa do Santos FC. Depois de se recuperar de uma lesão no tornozelo direito e de uma pneumonia, o camisa 9 do Peixe passou por uma intertemporada de treinamentos para recuperar todas suas condições físicas e técnicas. Preparado para encarar o Flamengo na noite desta quarta-feira (26), o atacante comemora o fim do jejum de jogos.

“É sempre uma alegria imensa poder voltar onde sempre estive, onde sempre participei, tantos momentos bons, momentos ruins. Esse tempo fora serviu para eu ficar bem clinicamente, o trauma sofrido no tornozelo foi sério, apesar dos resultados não terem apontado uma lesão grave. É uma região difícil, onde soltamos todo o peso do corpo. Recuperei, mas logo depois veio a pneumonia, e, por último, veio o trabalho de fortalecimento muscular. Mas estou bem, forte e animado, em todos os sentidos, para ajudar o time. É o que eu sempre fiz e é o que sempre gostei de fazer”.

A última partida de Ricardo Oliveira pelo Peixe foi no dia 3 junho, na derrota por 2 a 0 para o Corinthians, em São Paulo. De lá para cá, o atleta de 37 anos demonstrou muito foco e maturidade para enfrentar este tempo fora de atuação. Além disso, Oliveira assistiu aos jogos do Alvinegro Praiano e enalteceu a força do elenco santista.

“Eu sempre tive uma facilidade para lidar com isso, apesar de sofrer. A facilidade não quer dizer que não soframos, mas tentamos dominar as emoções. Quando a gente entende isso, ajuda. Temos que saber lidar. Agora estou voltando para o segundo semestre, espero que as lesões parem, venho sofrendo com isso desde o início do ano. Quando não foram as lesões, foram as doenças, caxumba e depois pneumonia. São coisas que não dominamos, mas, graças a Deus, consegui lidar com isso e espero dar o resultado esperado nessa volta. E, dos males, eu tiro que vi um time crescendo dentro das competições, com uma proposta de jogo diferente, se reinventando. Nosso time é forte e prova o que sempre falei, não dependemos de só um atleta. O Santos FC hoje é isso, a força do nosso elenco é essa”, ressaltou.

Ricardo Oliveira fica à disposição do técnico Levir Culpi em um momento importante na Copa do Brasil. Após perder por 2 a 0 para o Flamengo, no duelo de ida das quartas de final, somente a vitória por três gols de diferença pode dar a vaga para a semi ao Peixe. Caso o Santos FC vença por 2 a 0, a classificação será decidida nos pênaltis. Ciente desta grande missão, o centroavante ressalta a força do elenco santista e a atmosfera da Vila Belmiro para buscar mais uma virada.

“Sabemos da capacidade do nosso elenco, e da ambição do que temos dentro da nossa competição. A Vila é um fator predominante. É muito forte. É um fator poderoso quando o torcedor vem, quando o torcedor nos ajuda e grita. Sem contar a responsabilidade que já carregamos em vestir essa camisa, de tantas glórias. Esperamos que esse dia seja especial e marcante para conseguirmos a classificação frente a uma equipe que dispensa qualquer comentário, pois tem jogadores de qualidade. Porém, jogaremos dentro da nossa casa e dentro da nossa casa nós não podemos dar brecha. Queremos o resultado, queremos a vaga e daremos o nosso melhor. Estou feliz por estar de volta. Feliz por sentir novamente o calor da torcida, por vestir a camisa e sentir o frio na barriga por jogar uma decisão”, disse Oliveira, que soma 150 jogos e 84 gols com a camisa do Peixe.

Santos FC e Flamengo se enfrentam às 21h45 desta quarta-feira (26), na Vila Belmiro. Os ingressos seguem à venda.