Por melhor atendimento ao torcedor, Santos FC realiza treinamento para colaboradores no Pacaembu

Por melhor atendimento ao torcedor, Santos FC realiza treinamento para colaboradores no Pacaembu

O Santos FC segue trabalhando para valorizar seu torcedor e otimizar os serviços de atendimento nas partidas de sua equipe principal. Com o objetivo de melhor preparar seus funcionários para os jogos do Peixe em São Paulo-SP, o departamento de logística, soluções e segurança do Peixe organizou uma palestra no Estádio do Pacaembu, na manhã desta quinta-feira (14), sobre as áreas de segurança do público no estádio, sistemas de venda de ingressos e acesso dos torcedores nas catracas. Esta ação contou com a parceria do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Rede Gol.

No período da manhã, os funcionários do Peixe assistiram uma palestra ministrada pelo tenente Samuel Rosa. Em sua explanação, o tenente abordou a importância do relacionamento de policiais e orientadores durante as partidas, a pró-atividade no atendimento ao público, o estatuto do torcedor e a importância dos colaboradores do clube durante os eventos.

“A gente vê essa preocupação do clube com o fortalecimento da qualidade no atendimento ao torcedor. Isso é extremamente importante. É um passo a frente por ver o torcedor como um cliente. Isso precisa ser feito mais vezes, mostrar aos orientadores e aos policiais seus papéis dentro do estádio. O nosso objetivo é fazer um policiamento com segurança”, disse o tenente.

Após a palestra, os colaboradores santistas realizaram uma série de simulações com entrada e saída de público, problemas nas catracas e demonstrações de demais possíveis problemas que podem acontecer durante uma partida de futebol.

Orientadores do Santos FC passar por treinamento no Estádio do Pacaembu (Foto: Jotacley)

Depois das simulações de emergência, no período da tarde, a Rede Gol realizou uma série de testes em seu sistema de venda de ingressos, catracas, servidores e infraestrutura para as partidas. Diretor de tecnologia e operações da empresa, Cláudio Cruz ressaltou a importância desta ação promovida pelo Santos FC.

“Nossa ideia foi estressar toda a nossa estrutura montada para os jogos. É importante acontecer este treinamento para conseguirmos planejar e montar planos alternativos em situações de estresse. Quando isso acontecer, os colaboradores estarão mais seguros para lidar com os problemas de última hora. Contamos também com a experiência da 2º Batalhão do Choque, que organiza a segurança das partidas há muitos anos e acrescenta muito”, disse Cláudio Cruz.

Coordenador do departamento de logística, soluções e segurança do Peixe, Denys Rodrigues explica a importância dessa ação e demonstra muita empolgação na melhora do atendimento aos torcedores santistas.

“Este é um plano de contingência, é um trabalho que deve ser realizado ano a ano. O objetivo maior é fortalecer e aprimorar nossas ações e nossos conhecimentos, sempre se preocupando com a segurança do público no estádio em possíveis situação de pânico e evacuação de emergência. Também falamos sobre a importante sintonia entre a Polícia Militar e os colaboradores nos dias de jogos. Precisamos ficar mais sintonizados para que tudo flua bem. Tudo isso nos dá novos conhecimentos”, afirmou.

Seis dos 51 jogos do Peixe desta temporada foram realizados no Estádio Paulo Machado de Carvalho, Pacaembu.

Fotos: Jotacley