Pioneiro e com apoio da FIFA, Santos FC terá reembolso após lesão de atleta

Pioneiro e com apoio da FIFA, Santos FC terá reembolso após lesão de atleta

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Durante a partida entre Colômbia e Peru, disputada em 21 de junho de 2015, válida pela terceira rodada da fase de Grupos da Copa América, o volante colombiano Edwin Valencia sofreu a ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito e teve que passar por procedimento cirúrgico e por um extenso processo de reabilitação que durou sete meses.

Logo após a notícia da lesão e a execução dos exames preliminares, o Santos FC notificou a companhia seguradora britânica apontada pela FIFA para conduzir o acompanhamento de todos os procedimentos médicos, fisioterápicos, bem como a análise do contrato do atleta e da legislação tributária brasileira, apoiada pelos departamentos Médico, Jurídico e de Recursos Humanos do clube.

Após a conclusão de todas as etapas, o Santos FC informa que o reembolso das despesas foi aprovado e que, neste momento, encontra-se aguardando a finalização dos trâmites inerentes à remessa e câmbio de valores para a finalização do processo.

O Santos FC agradece publicamente à FIFA pela importante iniciativa de proteção aos clubes e à Federação Colombiana de Futebol pela seriedade e profissionalismo no tratamento inicial dispensado ao atleta.

Em 09 de janeiro de 2015 a FIFA publicou a circular nº1466, prorrogando o prazo do Programa de Proteção aos Clubes pelo período de 2015 a 2018. O programa tem por finalidade promover o reembolso das despesas do clube com a remuneração do atleta durante o período em que ele estiver incapacitado de praticar suas atividades profissionais por conta de lesão sofrida em atuação a serviço da Seleção Nacional.