Para jogadores, vitória e gols são frutos de treinos e disciplina tática

Para jogadores, vitória e gols são frutos de treinos e disciplina tática

A equipe do Santos FC não apenas conquistou a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil, como chegou a oitava vitória sob o comando de Dorival Júnior, a terceira consecutiva. O experiente Renato ressalta que sabia da dificuldade que teria pela frente, mas que o time entrou em campo sabendo como se portar para alcançar o objetivo.

“Tinha que aguentar a pressão e quando tivesse a oportunidade teriamos que fazer o gol. Acho que a equipe conseguiu cumprir em campo o que o professor pediu. Neutralizamos principalmente o contra-ataque deles e, surgindo a oportunidade fizemos o gol para assim ter mais tranquilidade durante a partida, além de complicar um pouco mais para eles. Afinal, a vantagem de gols a favor aumentou”, disse o camisa 8 santista que já atuou em 32 jogos nesta temporada.

Autor de um dos gols na importante vitória no clássico sobre o Corinthians, Gabriel, que também já tinha deixado sua marca no jogo de ida, artilheiro do Peixe na Copa do Brasil com quatro gols, comemorou a vitória e o gol que é resultado de treinamento. “Vencer fora de casa foi muito importante para a gente. O nosso time estava merecendo isso já faz tempo. E contente também pelo gol. Foi uma jogada coletiva que a gente treina bastante e deu certo no jogo”, explicou Gabriel, que chegou aos 35 gols com a camisa do Santos.

Agora o time santista “vira a chave” e volta a focar o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (30) encara o Cruzeiro, às 18h30, no Mineirão, pela segunda rodada do returno da competição.