“O Futebol Contra o Câncer de Mama – Marque esse Gol” atrai várias mulheres à Vila Belmiro

“O Futebol Contra o Câncer de Mama – Marque esse Gol” atrai várias mulheres à Vila Belmiro

Está sendo realizado nos dias 13 e 14 de outubro, na Rua Princesa Isabel, em frente ao estádio da Vila Belmiro o projeto “O Futebol Contra o Câncer de Mama – Marque esse Gol”, durante o Outubro Rosa, com a realização de uma série de ações de prevenção e conscientização sobre o câncer de mama.  É o Santos FC, a Federação Paulista de Futebol, outros clubes e as ONGs Meninas de Peito e Américas Amigas, todos unidos pela mesma causa.  É mais uma iniciativa do nosso #MuitoAlémdoFutebol.

O caminhão mamamóvel fica em frente ao Salão de Mármore do estádio, onde inclusive o local serve para recepcionar as mulheres que querem realizar os exames. Neste caminhão todas as mulheres já saem bem instruídas e examinadas. Uma das idealizadoras do Projeto “Marque esse gol”, Cristiane Gambaré, explica como funciona todo o procedimento, e sua importância. “Esse projeto começou em 2015, com dois clubes, onde acabamos desenvolvendo um projeto pequeno, de menor proporção, e a Federação Paulista em 2016 conseguiu mensurar o projeto e ver sua importância, que é beneficiar as mulheres que precisam de exames, mamografias, mais o exame complementar com o tratamento. A FPF abraçou o projeto junto com os nossos parceiros. Conseguimos levar isso aos estádios e fortalecendo em 2017. O projeto consiste em realizar a mamografia, sendo constatada alguma anomalia em algum exame já é encaminhado para um ultrassom na própria carreta, o médico radiologista já consegue fazer um laudo, tendo a necessidade já é marcado o exame de biópsia nos hospitais de referência, e com os resultados já começa o tratamento do câncer nos hospitais que integram o projeto.”

Silvia Maria Tagé, esposa do presidente Modesto Roma Jr,, e uma das principais incentivadoras de ações sociais do Clube, explicou os motivos que levam as mulheres a precisarem se cuidar e alertou sobre o problema que nossa região tem.

” Eu gostaria de dizer que é uma campanha de extrema importância, e falar que, infelizmente, em nossa região, nós temos números elevadíssimos de câncer de mama. Ainda mata, mas que não mataria se fosse diagnosticado precocemente. Toda mobilização que pudermos fazer, nós temos que fazer. No futebol, na sociedade como um todo, a Secretária Municipal de Saúde está nos apoiando. Eu gostaria que as pessoas prestassem atenção, pois é uma doença que pode ser silenciosa, mas quando aparecem os sintomas pode ser muito agressiva, podendo matar. É com muito orgulho que o Santos Futebol Clube se envolve e se compromete com uma causa tão importante.”

Várias mulheres já foram atendidas nesta sexta-feira (13), dentre elas, Fátima Aparecida Lopes, que falou sobre a estrutura do mamamóvel e como foi bem acolhida por todos. ” Achei uma ótima estrutura, principalmente nos dias de hoje, onde acompanhamos estruturas precárias, ter a oportunidade de realizar este exame de prevenção, que se caso diagnostique algo nos dá tempo de correr atrás, é muito importante. Super estrutura e acolhimento. Temos apenas o que agradecer. Cheguei com o frio na barriga, claro, mas fui tão bem recebida que relaxei e deu tudo certo.”

Neste sábado (14) acontece novamente, das 08h às 18 horas, no mesmo local. Em 2016, mais de 120 mamografias foram realizadas gratuitamente e as quatro torcedoras do Santos FC diagnosticadas com nódulo, já foram encaminhadas para a UNIFESP, que também é parceira do projeto. CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DA AÇÃO DO OUTUBRO ROSA. CLIQUE AQUI

(fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)