Numeração e uniforme com DNA do Santos FC agradam o experiente Renato

Numeração e uniforme com DNA do Santos FC agradam o experiente Renato

(foto: Ivan Storti / Santos FC)

O time com maior poder de ataque no mundo do futebol: 12.239 gols marcados até o momento. Três Libertadores. Dois Mundiais. Oito vezes campeão nacional. O melhor camisa 10 na história do futebol. Três artilheiros nas três competições disputadas em 2015. Seja ontem ou hoje, os números sempre estão presentes de forma positiva na vitoriosa história do Santos FC.

Neste começo de temporada em 2016 não é diferente, e não apenas pelo bom retrospecto da equipe comandada pelo técnico Dorival Júnior, mas sim pela nova tipografia utilizada para a numeração do novo uniforme do Glorioso Alvinegro.

Um estilo mais moderno e ousado, assim como o DNA do Santos FC, e que também agradou ao volante Renato, justamente o experiente atleta santista que costuma “jogar de terno” e dá o toque de elegância no meio-campo.

“Ficou bonito e até facilita para quem está olhando identificar o jogador. Então acredito que o número, uma nova forma, está legal e bacana. A gente gostou do design dos números e vamos ver se a gente consegue o sucesso que teve na camisa colocar na prática em campo”, opinou o camisa 8.

Sobre o uniforme em si, Renato destaca que está satisfeito e explica o por que. “Gostei, até por que para nós é leve no jogo, acaba facilitando a movimentação, o giro e não tem o que reclamar. Acho que a camisa foi bem desenhada. A gente está se sentindo confortável e isso é o mais importante”, ressaltou o meio-campo do Glorioso Alvinegro.