Após decisão nos pênaltis, Santos FC é eliminado do Campeonato Paulista

Após decisão nos pênaltis, Santos FC é eliminado do Campeonato Paulista

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)

Depois de oito anos seguidos chegando às finais do Campeonato Paulista, o Santos FC foi eliminado nas quartas de final da edição 2017. Na noite desta segunda-feira (10), no Pacaembu, o Peixe venceu a Ponte Preta por 1 a 0 no tempo regulamentar, mas, nas penalidades, perdeu por 5 a 4 e se despediu do Estadual. O gol do Alvinegro Praiano foi marcado pelo zagueiro David Braz.

Após ter perdido o primeiro jogo por 1 a 0, somente a vitória por dois gols interessava ao Peixe. Com isso, a equipe santista começou a partida sufocando a Ponte Preta. Logo aos 5 minutos, Ricardo Oliveira invadiu a área e bateu cruzado, rente a trave direita de Aranha. Dois minutos depois, foi a vez de Lucas Lima arriscar de longe e ver a bola passar bem perto da meta adversária.

De tanto pressionar, o Alvinegro Praiano abriu o marcador aos 15 minutos. Após cruzamento de Lucas Lima, e desvios de Bruno Henrique e Lucas Veríssimo, a bolo sobrou para David Braz. Com muita agilidade, o camisa 14 do Peixe bateu de voleio e levou a torcida santista ao delírio.

O time de Dorival Júnior seguiu com a posse de bola após o gol, mas foi na segunda etapa que o Peixe voltou a assustar a Ponte Preta. Aos 9 minutos, Zeca arriscou de fora da área e viu Aranha se esticar para mandar para escanteio. Oito minutos depois, o camisa 37 do Santos FC bateu novamente e viu a bola explodir no pé da trave direita, deixando engasgado o grito de gol no Pacaembu.

 

Empurrado pela torcida, o Alvinegro Praiano sufocou a Ponte Preta como pôde. O lance que levou mais perigo ao gol da equipe campineira foi protagonizado por Copete, aos 46 minutos. O colombiano recebeu na entrada da grande área e arriscou de bicicleta. A bola passou muito perto da trave esquerda e o duelo foi encaminhado para os pênaltis.

Nas penalidades, Kayke, Jean Mota, Copete e Lucas Lima converteram suas cobranças. David Braz, na segunda batida, viu Aranha defender no canto direito. Pela Ponte Preta, Ravanelli, Yago, Clayson, Jadson e Pottker marcaram e levaram a Ponte Preta à semifinal do Estadual.

Pela Conmebol Libertadores Bridgestone, o Peixe volta a campo pela terceira rodada, na próxima quarta-feira (19), diante do Independiente Santa Fé. A partia será realizada no Estádio El Campín, às 19h45 (horário local) em Bogotá (COL).

Santos FC 1 x 0 Ponte Preta
Público total: 37.145 Renda: R$ 1.515.650, 00;
Local: Pacaembu, às 20 horas;
Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva;
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis;
Cartões amarelos: Vitor Bueno (SFC); Reynaldo, William Pottker e Clayson (PP);
Gols: David Braz, aos 15 do 1ºT

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno (Jean Mota), Ricardo Oliveira (Kayke) e Bruno Henrique (Copete). Técnico: Dorival Júnior.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba (Jeferson), Marllon, Yago e Reynaldo; Jadson, Elton e Wendel; William Pottker, Lucca (Ravanelli) e Clayson. Técnico: Gilson Kleina.

Texto: Vinicios Oliveira