No CT Rei Pelé, Sub-15 e Sub-17 encerram terceira fase do Paulista com chave de ouro

No CT Rei Pelé, Sub-15 e Sub-17 encerram terceira fase do Paulista com chave de ouro

As equipes infantil e juvenil do Santos FC tiveram uma brilhante manhã neste sábado (14). No CT Rei Pelé, pela última rodada da terceira fase do Campeonato Paulista, o Sub-15 goleou o Primavera por 8 a 0 e fechou a fase como única equipe com 100% de aproveitamento. O Sub-17, que precisava da vitória a todo custo, venceu o Primavera por 7 a 1 e também garantiu sua vaga nas quartas de final do Estadual.

Com gols de Kaio Jorge (4), Marcos Leonardo (2), Giovanni e Sandry, o Sub-15 do Peixe chegou aos 18 pontos na liderança isolada do Grupo 21. Além destes atletas, o auxiliar técnico Emerson Ballio escalou a equipe com: Enzo; Cadu, Ítalo, Derick e Pedro Scaramussa; Sandry (Rafael), Ivonei (Eduardo), Giovanni (Marcos Leonardo) e Gabriel Pirani (Fernando Paiva); Renyer (Andrey Quintino) e Kaio Jorge.

“Realmente tivemos o domínio total. Já esperávamos um posicionamento mais fechado do Mirassol. Acabamos caindo no impedimento algumas vezes, mas depois começamos a entender o jogo e os gols começaram a sair. Os meninos tiveram uma postura muito séria, muito intensa, propondo o jogo e querendo mais. Nos momentos em que precisamos ter paciência também deu tudo certo. As coisas fluíram e alcançamos um belo placar”, disse Emerson Ballio, que substituiu Gustavo Roma durante um curso para treinadores na CBF.

Em todo Estadual, o Sub-15 do Alvinegro Praiano soma 22 vitórias, três empates e apenas uma derrota, com 106 gols marcados e 16 sofridos.

Time Sub-17 comemora gol de Lucas Lourenço no CT Rei Pelé (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Pelo Sub-17, Lucas Loureço (2), Rhuan, Rodrygo, Wesley Santos, Lucas Sena e Sandro marcaram os gols que levaram o Peixe à liderança do Grupo 21 com dez pontos. Neste desafio, o técnico Luciano Santos escalou sua equipe com: Jeimes, Lucas Félix, Clayton, Kaique e Rhuan; Alisson (Gustavo Henrique), Mikael (Weslley), Sandro e Lucas Lourenço (Wesley Santos); Denílson (Lucas Sena) e Rodrygo (Luiz Felipe).

“Penso muito na formação. Poderíamos ter empatado e ter ficado fora das quartas, mas, mesmo assim, não teria me arrependido de nada. As vitórias serão importantes lá no profissional. Aqui aprendemos muito na derrota. Aprendemos a se superar, a corrigir erros e a trabalhar o emocional. Neste sábado, a equipe teve um comportamento fantástico. Se impôs e ditou o ritmo de jogo. Controlou as ações da partida de uma forma absurda. Nossa chave foi muito dura e difícil, mas mostramos o talento do nosso grupo. Vamos continuar trabalhando pela evolução e desenvolvimento do elenco. Estou feliz demais”, analisou Luciano.

Em 26 partidas em toda competição, o Sub-17 santista soma 17 vitórias, cinco empates e quatro derrotas, com 80 gols marcados e 23 sofridos.

Os adversários dos times infantil e juvenil nas quartas de final do Estadual serão divulgados nos próximos dias pela Federação Paulista de Futebol. Antes disso, pela segunda partida da segunda fase da Copa do Brasil Sub-17, o Peixe enfrenta o Flamengo nesta quarta-feira (18). A partida será realizada às 16 horas, na Vila Belmiro. Após perder o primeiro desafio por 5 a 2, no Rio de Janeiro-RJ, somente uma vitória por três gols de diferença dá a classificação ao Santos FC.

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC