Neste sábado (14), Sub-15 e Sub-17 recebem Mirassol e Primavera pelo Paulista

Neste sábado (14), Sub-15 e Sub-17 recebem Mirassol e Primavera pelo Paulista

As categorias infantil e juvenil do Santos FC voltam a campo neste sábado (14) pelo Campeonato Paulista. No CT Rei Pelé, valendo a última rodada da terceira fase, os Meninos da Vila entram em campo em diferentes contextos. Já classificado, o Sub-15 recebe o Mirassol às 9 horas. Na sequência, às 11 horas, o Sub-17 encara o Primavera precisando vencer para avançar na competição. A entrada é gratuita.

Líder isolado do Grupo 21, com 15 pontos, o Sub-15 do Peixe venceu todas as partidas nesta fase. Em todo Estadual, o Alvinegro Praiano soma 21 vitórias, três empates e apenas uma derrota, com 98 gols marcados e 16 sofridos. Com objetivo de chegar à liderança geral da competição, os Meninos da Vila enfrentam o já eliminado Mirassol com força máxima.

“Nossa grande expectativa é para com a manutenção do trabalho. Nossa campanha tem demonstrado um bom aproveitamento. Queremos ter mais uma boa atuação para alcançarmos a liderança geral e isso nos ajudar na fase de mata-mata”, disse o auxiliar técnico Emerson Ballio, que substitui o treinador Gustavo Roma, que partida de um curso na CBF.

Meia Lucas Lourenço, do Sub-17, briga pela bola no CT Rei Pelé (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Na terceira posição do Grupo 21, com sete pontos, o Sub-17 santista enfrenta o Primavera, líder da chave, neste sábado (14). Três pontos atrás do time de Indaiatuba, os garotos do Peixe precisam da vitória para avançarem às quartas de final pelo saldo de gols. Confiante para esta missão, o auxiliar técnico Jefferson Félix tenta tirar a ansiedade do plantel diante deste jogo decisivo.

“Como só a vitória nos interessa, temos que buscar o gol desde o início da partida. Sabemos que o Primavera vai vir fechadinho e vai tentar explorar o contra ataque. Temos que atacar com inteligência, procurando ocupar bem os espaços, selecionando e controlando as ações. Só assim conseguiremos desestabilizar o sistema defensivo do adversário. Conversamos com os meninos, para controlar a ansiedade e impor nosso ritmo de jogo. Fazendo isso, podemos fazer um grande jogo e, consequentemente, conquistaremos a vitória”, disse Jefferson, que substituiu Luciano Santos que está em um curso para treinadores na CBF.

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC