Meninos da Vila vivem expectativa de estreia na Libertadores: “Sonho virou realidade”

Meninos da Vila vivem expectativa de estreia na Libertadores: “Sonho virou realidade”

Entra ano, sai ano, e o Santos FC segue revelando grandes jogadores para o futebol mundial. E a Copa Conmebol Libertadores de 2018 só prova como o Peixe é mestre na arte de criar bons atletas. Afinal, dos 30 nomes inscritos na fase de grupos da competição continental, 15 são oriundos das categorias de base do clube.

Os Meninos da Vila confirmados no torneio são: Vladimir, João Paulo, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo, Robson Bambu, Daniel Guedes, Caju, Alison, Léo Cittadini, Guilherme Nunes, Diogo Vitor, Rodrygo, Yuri Alberto, Arthur Gomes e Gabigol.

Desses jogadores, dez vivem a expectativa de atuar na Liberta pela primeira vez na carreira.

“Muito feliz por estar disputando minha primeira Libertadores. Estou trabalhando nos treinos e esperando minha oportunidade. Elas estão aparecendo no Paulista e espero que eu tenha chances na Liberta também. Sou muito novo ainda, tenho só 17 anos, então vou aprender bastante. Creio que temos chances de ganhar já neste ano, pois temos um time muito forte”, afirmou o atacante Rodrygo, de 17 anos.

Além dele, os Meninos da Vila João Paulo, Gustavo Henrique, Robson Bambu, Caju, Guilherme Nunes, Diogo Vitor, Gabigol, Yuri Alberto e Arthur Gomes também sonham com a chance entrar em campo no torneio mais importante da América do Sul.

“Antes eu só assistia o time jogando pela TV e agora tenho esse privilégio estar vestindo essa camisa numa Libertadores. É motivo de muita alegria. Só de treinar no CT já é uma grande experiência, agora atuar em uma competição internacional extremamente disputada será melhor ainda. Estou feliz demais”, ressaltou o zagueiro Robson Bambu.

Daniel Guedes nunca atuou pelo Santos FC fora do Brasil Foto: Ivan Storti/Santos FC

O lateral-direito Daniel Guedes, por sua vez, já pode afirmar que tem experiência na competição, afinal, ele atuou em duas partidas na edição de 2017 (contra Atlético-PR nas oitavas e Barcelona de Guayaquil nas quartas de final). Porém, como os dois confrontos foram realizados na Vila Belmiro, o camisa 17 fará sua estreia atuando fora do Brasil.

“Há muito tempo eu assistia aos jogos do Peixe e nunca pensei que poderia vestir essa camisa. As coisas foram acontecendo, o sonho virou realidade e hoje estou aqui disputando a Libertadores pelo Santos. É um torneio que exige muito do atleta, mas quanto maior a dificuldade, melhor para nós, porque vamos amadurecendo e aprendendo. Quando se veste a camisa do Santos é preciso estar preparado para qualquer situação. Visto esse manto com muito amor e vou procurar honrá-lo sempre”, concluiu Guedes.

O Santos FC vai estrear na Libertadores contra o Real Garcilaso, nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), em Cusco, no Peru. O grupo 6 da competição também ainda conta com Estudiantes-ARG e Nacional-URU.