Memória: Santos FC tornava-se Campeão Brasileiro pela primeira vez

Memória: Santos FC tornava-se Campeão Brasileiro pela primeira vez

No dia 27 de dezembro de 1961 o Santos FC tornava-se Campeão Brasileiro pela primeira vez em sua secular história, ao vencer a equipe do EC Bahia pelo placar de 5 a 1 na Vila Belmiro. Essa conquista inédita para o time santista foi na então III Taça Brasil, o que hoje com a unificação dos títulos nacionais, corresponde ao campeonato brasileiro, sendo que o time praiano possui 9 conquistas nacionais (8 campeonatos nacionais e uma Copa do Brasil).

Nessa vitória diante do “Tricolor da Boa Terra” os autores dos tentos santistas foram Pelé (3) e Coutinho (2) formando o campeão com: Laércio (Silas); Lima, Mauro (Olavo) e Dalmo; Calvet e Zito; Dorval, Tite, Coutinho, Pelé e Pepe. O técnico era Luiz Alonso Perez, o Lula.

Um dos 18.662 torcedores presentes no Estádio Urbano Caldeira nessa goleada foi o ex-presidente santista Rubens Quintas, que até hoje lembra saudoso dessa primeira conquista do título nacional, citando a formação do time baiano que jogou com: Nadinho; Helio, Henrique e Florisvaldo; Vicente e Pinguela (Antoninho); Nilsinho, Alencar, Didico, Mario e Marito.

Curiosidade

A primeira participação do Santos FC na Taça Brasil foi no ano de 1959 quando então disputou a finalíssima contra o mesmo EC Bahia no Maracanã e foi derrotado por 3 a 1, o Santos poderia ter em seu painel de títulos mais uma conquista nacional se houvesse aceitado a proposta da diretoria do time baiano que houvera proposto a diretoria santista que os dois clubes fossem proclamados campeões do certame pois não havia data disponível para se saber quem levaria o título da 1ª Taça Brasil o presidente Athié Jorge Couri e o vice-presidente Modesto Roma não aceitaram a proposta preferindo disputar a partida decisiva em campo neutro, no caso no Maracanã. Nas partidas disputadas no mês de dezembro de 1960, o Santos perdeu a primeira na Vila Belmiro por 3 a 2 venceu a segunda jogando no Estádio da Fonte Nova em Salvador por 2 a 0 e só foi jogar a final no dia 29/03/1960 no Estádio do Maracanã deixando escapar a vitória que lhe daria o inédito título.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística