Memória: Santos FC conquistava troféu após vencer o campeão carioca

Memória: Santos FC conquistava troféu após vencer o campeão carioca

No dia 07 de abril de 1957, o Santos FC na condição de Campeão Paulista do ano anterior, vencia pelo placar de 4 a 2 a equipe do Vasco da Gama, Campeã Carioca de 1956, em partida realizada no Estádio Urbano Caldeira, na qual o Peixe recebeu pela vitória o Troféu Vinho Castro. Os gols do Alvinegro da Vila Belmiro foram marcados por Pagão (2), Afonsinho e Dorval. O time santista que era comandado pelo técnico Luiz Alonso Perez, o Lula formou com: Agenor Gomes (Reginaldo da Costa); Hélvio Peçanha Moreira (Wilson Francisco Alves), (Cássio Nogueira), Ivan Vicente de Mello; Ramiro Rodrigues Valente, Clóvis Brauner e Urubatão Calvo Nunes; Dorval Rodrigues (Alfredo Sampaio Filho), Álvaro Jósé Rodrigues Valente (Edson Arantes do Nascimento), Paulo César de Araújo, Afonso Vidal e Augusto Vieira de Oliveira.

Curiosidade

Pelé, no esplendor dos seus 16 anos, era um craque em formação, e vinha atraindo a atenção da imprensa esportiva de um modo geral, no entanto, os torcedores brasileiros praticamente ainda não tinham admirado o seu futebol em ascenção, pois fora do Estado de São Paulo, o futuro Rei só tinha jogado em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e apenas uma partida no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Para apresentar o Rei aos cariocas, foi formado um Combinado entre as equipes do Santos FC e a do Vasco da Gama, e esse combinado participou de um torneio chamado Torneio Internacional do Morumbi, e também Copa São Paulo, foram disputados 4 partidas, com uma vitória e três empates. Três dessas partidas foram no Maracanã, e outra no Pacaembu.
Um mês depois do final desse torneio, o técnico Silvio Pirillo convocava o craque santista para envergar pela primeira vez a camisa do selecionado brasileiro na Copa Rocca.