Memória: Santos FC conquistava a Libertadores pela terceira vez

No dia 22 de junho de 2011, perante um público de 40.157 espectadores presentes no Estádio do Pacaembu, que transformaram as arquibancadas no movimento que ficou conhecido como “Mar Branco”, o Santos FC vencia pela terceira vez a Taça Libertadores da América ao derrotar a equipe uruguaia do Peñarol pelo placar de 2 a 1 com gols de Neymar e Danilo formando com: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval, Léo (Alex Sandro), Adriano, Arouca, Elano, Ganso (Pará ), Neymar e Zé Eduardo. O técnico era Muricy Ramalho.

Para atingir tal conquistar o time da Vila Belmiro disputou no torneio 14 partidas tendo vencido 07 empatado 06 e perdido uma partida marcando 20 e sofrendo 13 gols. Os artilheiros foram: Neymar (6), Danilo (4), Elano (3), e com um gol cada marcaram: Maikon Leite, Jonathan, Ganso, Alan Patrick, Zé Eduardo e Edu Dracena e marcou contra a favor do Santos, Barreto.

Curiosidade

Desde a primeira vez em que participou da Taça Libertadores da América no ano de 1962 em La Paz, na Bolívia, sendo dirigido nesse jogo por Chico Formiga e vencendo o Deportivo Municipal por 4 a 3 o time santista já disputou ao todo 112 partidas vencendo 63 empatado 21 e perdido 28 partidas marcando 229 e sofrendo 134 gols. Os maiores artilheiros são: Pelé (16) seguido por Robinho e Neymar ambos com 14 gols.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *