Memória: Santos FC aplicava goleada histórica em adversário da capital

Memória: Santos FC aplicava goleada histórica em adversário da capital

No final da tarde do dia 04 de setembro de 1927, no espelho do tradicional “Café Paulista”, no centro histórico de Santos, estava escrito: “Todos, são convidados para comparecerem hoje à noite, na estação da Inglesa, para receber os heróis do Parque Antárctica”. Os “heróis” do Parque eram na realidade os jogadores do time da Vila Belmiro que, naquela distante e memorável tarde, tinham aplicado a maior goleada sobre o Corinthians pelo placar de 8 a 3.

Essa foi a apresentação de nº 300 do Peixe, que formou com: Tuffy; Bilu e David; Hugo, Júlio e Alfredo; Omar, Camarão, Feitiço, Araken e Evangelista, o técnico era Urbano Caldeira. Os tentos da goleada foram marcados por: Camarão (3), Araken (3), Feitiço e Omar. Esse elenco era ficou conhecido no futebol paulista como sendo o “time do ataque de 100 gols”, pois no campeonato paulista de 1927 marcou exatos 100 gols em 16 partidas.

Na partida preliminar, no 2º quadro santista aconteceu a estreia no arco santista do jovem goleiro Athié que anteriormente jogava no Sírio da capital. Athié anos depois de abandonar a meta santista, tornou-se presidente do Alvinegro da Vila Belmiro, por 26 anos consecutivos.

À noite daquele remoto domingo inesquecível foi curta para os boêmios Urbano Caldeira e seu inseparável amigo Renato Pimenta, os quais atravessaram a madrugada comemorando no Largo do Rosário, em grande estilo a espetacular goleada conseguida na cidade-sede do time adversário.

Nesse ano de 1927, o time santista aplicou goleadas memoráveis tais como: 12 a 1 no Ypiranga, 11 a 2 no Barra Funda, 11 a 3 no Americano, 10 a 2 no República e 10 a 1 no Guarani de Campinas.

Foram ao todo no certame paulista 16 partidas com 100 gols marcados com 14 vitórias e 02 derrotas. Ao término do campeonato o time santista ficou com o vice-campeonato.
Araken Patusca foi o destaque do ataque praiano marcando 36 gols, sendo o artilheiro do Santos pela primeira vez no certame paulista.

Artilheiros do ataque dos 100 gols:

Araken Patusca – 36
Feitiço – 28
Camarão – 13
Evangelista – 7
Omar -7
Siriri – 5
Hugo – 2
Marino (contra) – 1
Caio (contra) – 1

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística