Memória: Pepe recebia o diploma Belfort Duarte, por nunca ter sido expluso

Memória: Pepe recebia o diploma Belfort Duarte, por nunca ter sido expluso

No dia 21 de setembro de 1967, o eterno “Canhão da Vila, José Macia, o querido Pepe recebia da Confederação Brasileira de Desportos o diploma Belfort Duarte e uma medalha de prata. Esse diploma foi ofertado ao craque santista pois durante sua trajetória como futebolista nunca foi expulso de campo. Pepe jogou pelo Santos FC 750 partidas desde a primeira no dia 23 de maio de 1954.

O prêmio Belfort Duarte foi oferecido entre 1946 e 1981 e era dado ao jogador que passasse dez anos sem sofrer uma expulsão, tendo jogado pelo menos 200 partidas nacionais ou internacionais oficiais. Além da medalha de prata do diploma o craque Pepe também uma carteirinha que lhe concede entrada gratuita em qualquer campo no Brasil.

Depois de ter sido extinta essa premiação, o prêmio voltou a ser concedido pela CBF, a partir de 1995, a entidade no entanto, fez uma alteração: somente jogadores aposentados poderiam requerer o prêmio. José Macia “O Menino de Ouro” do Peixe foi o único jogador que vestiu a camisa santista a receber essa deferência. Parabéns, Pepe, você é digno e merecedor de todas as homenagens que lhe forem dadas.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística