Memória: Peixe conquistava o Tricampeonato Paulista

Memória: Peixe conquistava o Tricampeonato Paulista

No dia 13 de maio de 2012, o Santos FC sagrava-se Tricampeão Paulista ao vencer no Estádio do Morumbi a equipe do Guarani de Campinas pelo placar de 4 a 2 na segunda partida da final do certame que deu ao Peixe o seu 20º título de campeão do certame estadual, na conquista de mais um tricampeonato, já que venceu nos anos de 1960/61/62 e nos anos de 1967/68/69.

Os gols dessa goleada foram de autoria de Alan Kardec (2) e Neymar (2) com o campeão formando com: Rafael, Henrique, Edu Dracena, Durval, Juan (Léo ), Ibson, Arouca, Elano (Felipe Anderson ), Paulo Henrique Ganso, Neymar e Alan Kardec. Muricy Ramalho era quem comandava o time santista.

O publico presente no Morumbi naquele domingo à tarde foi de 53.749 espectadores que deixaram nas bilheterias a quantia de R$ 2.667.232,00. Os artilheiros do Peixe no campeonato foram: Neymar (20) que também foi o artilheiro máximo do Paulistão, Alan Kardec (7), Borges (5), Ibson, Edu Dracena e Ganso (4), Dimba (3), Juan (2) e com um gol cada Felipe Anderson, Bruno Rodrigo, Vinícius Simon, Anderson Carvalho, Maranhão, Durval, Arouca e Rafael Caldeira e Ferron que marcou contra a favor do Peixe que disputou 23 partidas vencendo 16, empatando 03 e perdendo 04 marcando 58 e sofrendo 21 gols.

Curiosidade

O Santos FC é o clube quem mais artilheiros máximos possui no certame paulista desde 1902: Ary Patusca, Araken Patusca, Feitiço, Del Vecchio, Pelé, Toninho Guerreiro, Juary, Serginho Chulapa, Giovanni, Elano, Neymar, Cícero e por último em 2015, Ricardo Oliveira.

Recentemente o pesquisador Léo Devezas e outros historiadores da Assophis (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos) descobriram que no ano de 1926 Araken Patusca foi um dos artilheiros do campeonato bandeirante marcando 13 gols junto com o palestrino Heitor que fez o mesmo número de gols, erroneamente a FPF reconhece apenas o jogador do então Palestra Itália como sendo o artilheiro do ano de 1926.

Guilherme Guarche. – Coordenador do Centro de Memória e Estatística