Memória: Nascia Calvet, um dos maiores zagueiros das história do Santos FC

Memória: Nascia Calvet, um dos maiores zagueiros das história do Santos FC

No dia 03 de novembro de 1934 nascia na cidade de Bagé, no Rio Grande do Sul, o zagueiro Raul Donazart Calvet, um dos melhores quartos-zagueiros que vestiu a camisa 6 do Santos Futebol Clube em toda a sua história. Calvet formou com Mauro Ramos uma dupla de zaga inesquecível que deu ao clube os títulos mais importantes em sua existência. Calvet iniciou sua trajetória futebolística jogando no Guarani de sua terra natal, clube ao qual voltou depois que abandonou o futebol por contusão, para ser o seu presidente. Antes de vir para o time santista jogava no Grêmio de Porto Alegre.

Sua estreia no Alvinegro aconteceu no dia 12 de fevereiro de 1960 no amistoso vencido pelo Peixe por 2 a 1 diante do Club Alianza de Lima formando o Peixe com Laércio, Getúlio e Dalmo (Feijó); Urubatão, Formiga (Fiote) e Zito (Calvet); Dorval, Mário, Pagão (Ney), Pelé (Afonsinho) e Pepe. O técnico era Luiz Alonso, o Lula.

Calvet foi injustiçado por não ter sido convocado para disputar a Copa do Mundo de 1962 no Chile, sendo preterido pelo técnico Aymoré Moreira, que alegava que no elenco já tinha muito jogadores do Santos. Por estar contundido não disputou as duas partidas finais do Mundial Interclubes diante do Milan que deram ao clube o título de bicampeão mundial.

Calvet jogou pelo Peixe no período de 1960 a 1964, foram 217 partidas e marcou apenas um gol. Títulos:

Campeão Mundial (1962/1963), Campeão Sul-Americano (1962/1963), Campeão Brasileiro (1961/1962), Campeão Paulista (1960/1961/1962), Campeão Torneio Rio-São Paulo (1963), Torneio Internacional de Paris – França (1960), Torneio Internacional Pentagonal de Guadalajara – México (1960) e Torneio Internacional Troféu Giallorosso – Itália (1960)

Curiosidade:

O único gol marcado por Calvet foi no empate em 2 a 2 no dia 12 de fevereiro de 1961 contra a equipe do Oro no pentagonal do México, o outro gol foi marcado por Pagão. Calvet faleceu em Porto Alegre no dia 29 de março de 2008.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística