Memória: Falecia um dos mais fanáticos torcedores do Santos FC

Memória: Falecia um dos mais fanáticos torcedores do Santos FC

No dia 25 de julho de 1971, falecia em Santos, aquele que é considerado um dos mais fanáticos torcedores que o Santos Futebol Clube já teve em sua centenária história: Salustiano da Costa Lima Júnior, ou simplesmente, o Salu da Bandinha. Seu início de amor com o Peixe começou no dia 26 de outubro de 1928 quando ele se tornou sócio do Alvinegro da Vila Belmiro. Salu irradiava e transmitia alegria pela maneira como vivia, durante muitos anos trabalhou na famosa Casa Rosário, uma funerária muito conhecida na cidade santista, lá exercia as funções de motorista, foi um dos grandes incentivadores do Bloco da Bola Alvinegra e era presença constante nos jogos do Peixe no Estádio Urbano Caldeira, quando comandava a bandinha que tocava durante as partidas incentivando o time praiano.

Curiosidade

Dizem os amigos de Salu que era comum nos treinos na Vila Belmiro, ele comparecer com o carro funerário da empresa em que trabalhava e estacionar o carro fúnebre com algum defunto dentro do mesmo e só depois que terminava os treinamentos do time é que ele ia levar o carro para que fossem tomadas as devidas providências, pois o prestativo Salu colaborava com com o clube trabalhando como massagista.

Guilherme Guarche. – Coordenador do Centro de Memória e Estatística