Memória Especial: Santos FC goleava o Benfica e conquistava o Mundial

Memória Especial: Santos FC goleava o Benfica e conquistava o Mundial

No dia 11 de outubro de 1962, “A Voz do Brasil”, programa radiofônico estatal, mudava o tradicional horário de execução, pela primeira vez desde sua criação, que era das 19 às 20 horas, para que o torcedor brasileiro pudesse escutar uma grande conquista do futebol nacional. O Santos FC jogava justamente nesse horário em Lisboa, no Estádio da Luz, em Portugal, diante do Benfica e ganhava pela primeira vez o Campeonato Mundial Interclubes ao vencer os “Encarnados” pelo placar de 5 a 2 com gols de Pelé (3), Coutinho e Pepe um gol cada formando o Peixe campeão com: Gilmar; Olavo, Mauro e Dalmo; Calvet e Zito; Dorval, Lima, Coutinho, Pelé e Pepe.

Santos Campeão Mundial 62
Equipe do Peixe campeã mundial (foto: divulgação / Santos FC)

A máquina de jogar futebol era dirigida por Luiz Alonso Perez, o Lula que decidiu nessa partida final retirar da equipe o meia Mengálvio e colocar o coringa Lima em seu lugar e no lugar de Lima ele colocou o lateral-direito Olavo Martins para surpresa de todos, sendo feliz nessas alterações de última hora. Na primeira partida da decisão no Brasil, no Estádio do Maracanã o Peixe venceu por 3 a 2 com gols de Pelé (2) e Coutinho um gol.

Segundo a imprensa esportiva, diretores, associados e torcedores do Alvinegro que estiveram no Estádio da Luz, essa foi a melhor apresentação do time santista em toda a sua centenária existência, uma aula de futebol, um primor de exibição digna de entrar nos anais da história do futebol mundial.

Curiosidade

O programa radiofônico foi criado no governo de Getúlio Vargas em 1935 com o nome de “Programa Nacional” e até 1962 era levado ao ar com o nome de “Hora do Brasil”, somente em 1971 no governo Médici é que o nome passou a ser “A Voz do Brasil” a transmissão do programa é obrigatória, o que vem causando ações na Justiça impetradas por várias emissoras que não querem mais transmiti-lo.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística