Memória: Coutinho marcava três gols em partida contra o Corinthians

Memória: Coutinho marcava três gols em partida contra o Corinthians

No dia 08 de outubro de 1966, o Santos FC vencia o Corinthians pelo placar de 3 a 0, no Estádio Paulo Machado de Carvalho em partida do Campeonato Paulista, assistida por 48.975 expectadores. O Santos FC dirigido pelo técnico Antônio Fernandes, que substituía o técnico efetivo Luiz Alonso Perez, o Lula, que na partida do dia 14/09, vencida pela Portuguesa de Desportos por 2 a 0 na Vila Belmiro, junto com o goleiro Laércio, tentaram agredir o bandeirinha da partida.

O que tornou a vitória santista no Pacaembu diferenciada se deu ao fato dos três gols santistas terem sido marcados pelo centroavante Antônio Wilson Honório, o fenomenal Coutinho. O Peixe nesse dia formou com Laércio; Carlos Alberto, Oberdan, Haroldo e Lima; Zito e Mengálvio; Toninho, Coutinho, Pelé e Edu. No time adversário, estreava o ponta-direita Mané Garrincha.

Coutinho estava machucado, recuperando-se de uma lesão, no dia anterior ao clássico, o centroavante estava lavando o carro em frente ao Estádio Urbano Caldeira, o técnico Lula, conversando com ele afirmou que “Vou precisar de sua presença em campo na partida de amanhã, mesmo você não estando 100% fisicamente, pois o Corinthians não tem medo de Pelé, não. Eles tem medo de você”. Coutinho, príncipe da Vila, foi para o sacrifício e jogou plantado dentro da área adversária e marcou os três gols da vitória santista, para a alegria dos técnicos Antoninho e Lula

O comentarista Mário Moraes da Rádio Tupi comentou: “Isso é impressionante. Coutinho fez uma coisa que nem Pelé conseguiu na vida: Jogou 90 minutos de baixo de chuva, saiu com o uniforme molhado, sim, porque não jogava de guarda chuva, mas saiu com a chuteira, as meias, o calção e a camisa tudo limpo. Ele praticamente não tocou na bola e por isso, não dividiu com nenhum zagueiro adversário. Foi o pior homem em campo, ou seja, o Santos FC jogou com dez jogadores. Mas ele resolveu a partida”.

Curiosidades:

Em sua infância na cidade de Piracicaba, o garoto Antônio Wilson Honório, era chamado por sua mãe de Coutinho, o apelido Coutinho, foi dado pelo radialista Ernani Franco. Contra o Corinthians Paulista, ele jogou exatas 16 partidas no período de 1959 a 1970, vencendo 11, empatando 3 e sofrendo duas derrotas, ambas no Torneio Rio-São Paulo, o craque santista marcou 13 gols, contra o adversário da capital. Em partidas válidas pelo Campeonato Paulista, jogando pelo Santos FC, ele nunca foi derrotado pelo time da Arena Itaquera.
Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística