Memória: Com três gols em jogo treino, Pelé era o destaque no time do Exército

Memória: Com três gols em jogo treino, Pelé era o destaque no time do Exército

No dia 11 de setembro de 1959, o eterno Rei Pelé que naquele ano estava servindo à Pátria, como soldado do Exército Brasileiro, treinava pela equipe da 6ª Guarda Costeira e marcou 3 gols contra o time misto do Santos FC que foi goleado por 8 a 4 em jogo treino. O Rei Pelé serviu o Exército Nacional e foi campeão sul-americano jogando pela Seleção das Forças Armadas Brasileiras, no estádio de La Bombonera em Buenos Aires vencendo a Seleção Argentina por 2 a 1 no dia 24 de novembro de 1959.

Quando esteve cumprindo o seu dever cívico no ano de 1959 o soldado de nº 202 “dava serviço” no quartel da 6ª GACOSM localizado na rua Luiz de Camões perto da sede do Clube Atlético Santista e também no quartel do Forte do Itaipú, na Praia Grande e o seu comandante no quartel de Santos, era o então coronel Osman Ribeiro de Moura que anos depois viria a ser um dos dirigentes mais importantes do Santos FC. Dentre os 1282 gols marcados em sua espetacular carreira, o Rei Pelé marcou quando atuou pela equipe do Exército exatos 14 gols em 10 partidas defendendo as cores da farda verde-oliva.

Curiosidade

Benedito Ruy Barbosa escreveu que: “Quando o Pelé completou 18 anos de idade, ele se apresentou ao Exército. Não lhe deram baixa. Teve de servir. Para mim, foi de propósito, uma estratégia para chamar a atenção para o Exército e para as Forças Armadas. Afinal, ele já era o cara mais famoso do mundo no futebol e no esporte. Serviu ao Exército e teve muita coisa para fazer por lá. Foi sempre muito querido ali. Quando necessário, ele era liberado para os jogos e até para excursionar pelo exterior. Ao servir, ele dizia que aprendia muita coisa que usaria na vida civil, mas adiantava que não pretendia seguir a carreira militar”.

 

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística