Memória: Com apenas 24 anos, Pelé marcava o gol de número 602 pelo Santos FC

Memória: Com apenas 24 anos, Pelé marcava o gol de número 602 pelo Santos FC

No dia 13 de janeiro de 1965, o Rei Pelé no auge dos seus 24 anos, marcava o seu gol de número 602 somente em jogos com o Santos FC em sua partida de número 498. Foi na vitória pelo placar de 2 a 1, e além de Pelé, Toninho Guerreiro completou o marcador, diante do Universidad Católica, em partida disputada pelo Hexagonal do Chile, em Santiago, capital chilena. O Peixe formou com: Gylmar; Ismael, Modesto e Geraldino; Zito e Haroldo; Toninho, Mengálvio (Lima), Coutinho (Gilberto), Pelé e Pepe (Peixinho). O técnico era Luiz Alonso Perez, o Lula.

Nos Torneios Hexagonais por ele disputados no Chile, que totalizaram três competições (1965, 1967 e 1970), sendo que em 1968, o torneio foi disputado por oito equipes (Octogonal), e recebeu o nome de Torneio Nicolau Moran, o Santos FC foi campeão nos anos de 1965, 1968 e 1970, e só não faturou também o Torneio em 1967, mesmo tendo terminado em 1º lugar ao da equipe do Vasas da Tchecoslováquia, devido ao fato da equipe tcheca ter tido a melhor média de gols.

No Chile, o Rei atuou em 30 partidas, com 20 vitórias, 04 empates e 06 derrotas, anotando 35 gols, sendo o 3º país em que mais atuou pelo time santista, valendo apenas em jogos internacionais. Sua primeira partida em território chileno ocorreu no dia 15 de abril de 1959, diante do Colo-Colo, durante mais uma das grandiosas excursões santistas.

Ao todo, somente em partidas internacionais com a camisa Alvinegra, Pelé atuou em 343 oportunidades, sendo 238 vitórias, 55 empates e 50 derrotas, marcando exatamente 350 gols.

Guilherme Guarche – Centro de Memória e Estatística