Memória: Atacante marcava o gol de número mil na história do Santos FC

Memória: Atacante marcava o gol de número mil na história do Santos FC

No dia 11 de novembro de 1928, o atacante santista apelidado de Siriri, cujo nome verdadeiro é José Torres, marcou o gol de nº 1.000 na história do Santos FC. Foi na vitória diante do Corinthians, na primeira partida do time santista no Parque São Jorge vencendo pelo placar de 3 a 2 com Evangelista e o seu irmão Camarão marcando os outros tentos do Peixe que formou nessa vitória pioneira com: Athié; Bilu e Aristides; Osvaldo, Julio e Alfredo; Siriri, Camarão, Feitiço, Araken e Evangelista.

Quem escalava e orientava a equipe era o diretor-geral de esportes, Urbano Caldeira. No gol do time adversário quem jogou foi Tuffy, o Satanás Negro que no ano anterior foi expulso do clube santista por ter ele se envolvido no episódio que ficou conhecido nacionalmente na partida entre a seleção paulista e a seleção carioca no estádio das Laranjeiras na presença do presidente da republica brasileira, Washington Luiz.

Curiosidade

A última partida em que o Alvinegro Praiano jogou no Parque São Jorge foi no dia 04/11/1962 quando então o Peixe venceu por 2 a 1 com gols de Pelé e Coutinho em partida válida pelo Campeonato Paulista.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística