Ídolos de diferentes gerações do Santos FC participam de bate-papo com sócios

Ídolos de diferentes gerações do Santos FC participam de bate-papo com sócios

As partidas mais emocionantes, a atual situação do elenco profissional e os bastidores de momentos decisivos. Esses foram alguns dos assuntos abordados durante a conversa entre quatro ex-jogadores do Peixe e 40 sócios do Clube. A ação, promovida pelo programa Sócio Rei, aconteceu na tarde deste sábado (11), no auditório do CT Rei Pelé.

Participaram da conversa: Lima (1960), João Paulo (1970), Serginho Chulapa (1980) e Narciso (1990). Não faltaram histórias para contar por parte dos atletas, assim como não faltaram perguntas dos sócios que tiveram a oportunidade de participar desse momento especial.

Representante a década de 80, para Serginho Chulapa esse tipo de ação é uma forma de poder espalhar as lembranças de cada de um deles no mundo do futebol. “É legal para os sócios saberem o que acontece nos bastidores e a gente também passa a saber como o torcedor se sente”. Já o ex-atleta João Paulo enfatizou que “já se passaram mais de três décadas que ele parou de jogar e é sempre importante ser lembrado.”

Questionado sobre o trabalho da Base, o eterno Curinga da Vila, Lima, afirmou que é onde tudo deve começar. “A base por incrível que possa parecer é onde se tiram os defeitos, é quase como uma conversa de pai e filho”. Depois de comentar sobre o cuidado atualmente com o uso das redes sociais para pessoas públicas, Narciso fez questão de falar que muitos ainda precisam entender “a valorização da camisa do Santos Futebol Clube”.

(Texto: Mayara Rached / foto: Divulgação/ Santos FC)