Hipótese de cirurgia é descartada, e Ricardo Oliveira segue em tratamento conservador no Cepraf

Hipótese de cirurgia é descartada, e Ricardo Oliveira segue em tratamento conservador no Cepraf

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Após três semanas de afastamento da equipe e fora da disputa da Copa América pela Seleção Brasileira, o atacante Ricardo Oliveira permanece em recuperação de um quadro inflamatório no joelho direito. A hipótese de um processo cirúrgico está descartada no momento pelo Departamento Médico do Santos FC e o camisa 9 continua em tratamento com métodos conservadores no Cepraf do CT Rei Pelé.

“O atleta apresentou uma melhora substancial do quadro inflamatório no joelho e está dentro da programação inicial do Departamento Médico. Nos próximos dias, ele deve evoluir para novas atividades físicas indoor (trabalhos físicos e funcionais dentro de área do Cepraf, controlada por preparadores físicos)”, disse o coordenador do Departamento de Saúde do Santos FC, Rodrigo Zogaib.

Durante os últimos dias de tratamento, Ricardo Oliveira vem realizando trabalho de fortalecimento muscular no quadríceps, nos grupos adutores, abdutores, extensores e flexores do quadril e do joelho, além de trabalho funcional e liberação miofascial. Nos próximos dias, iniciará treinamentos no aparelho isocinético.

A última partida de Ricardo Oliveira foi no dia 08 de maio, na decisão do Campeonato Paulista. O atacante foi fundamental no confronto diante do Audax, ao marcar o gol da vitória por 1 a 0, na Vila Belmiro, que deu ao Santos FC o bicampeonato do Estadual.