Fora de combate, Ricardo Oliveira enaltece grupo: “Vamos sempre dar o nosso melhor”

Fora de combate, Ricardo Oliveira enaltece grupo: “Vamos sempre dar o nosso melhor”

(foto: Ivan Storti / Santos FC)

O atacante Ricardo Oliveira fez sua estreia na temporada diante da Ferroviária no último sábado (18) , mas como ainda passa por um planejamento específico para que realize seu retorno em plenas condições físicas, não enfrentará o Ituano nesta terça-feira (21), às 21h30, em Itu, pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

Mesmo não entrando em campo, o camisa 9 santista sempre é uma referência aos outros atletas e também aos torcedores do Peixe. Ricardo enaltece o elenco santista e evidencia a importância da torcida.

“Vamos olhar para frente, pois o que passou não volta. Não temos como reconstruir, mas podemos fazer coisas novas. O nosso time sempre foi assim, e nas horas das dificuldades nossa equipe sempre cresceu.Pode lançar desafio para nós, que a gente vai com tudo. Agora é procurar não cometer os erros, o que é normal no início de temporada. Precisamos caminhar traçando nossos objetivos, e neste objetivo a nossa torcida é fundamental.”, diz Ricardo.

Ricardo Oliveira ainda está recuperando sua forma física, lembrando que após ter uma caxumba, se reapresentou ao grupo 13 dias após o início da pré-temporada. O capitão alvinegro não acredita que qualquer derrota possa abalar um grupo tão forte, unido e com grandes objetivos.

“Se um jogo, uma derrota nos abalar, a tal ponto de romper a nossa relação torcida-jogador, cara, não é possível que este time que está jogando há dois anos juntos, com jogadores novos chegando, que sempre viram o Santos como um time que chega, disputa títulos. Nós não vamos nos abalar. Os novos jogadores não merecem isso. Não podemos nos abalar diante de uma derrota. Estamos trabalhando e dando o nosso melhor. Bola para frente, se Deus quiser vamos continuar construindo o nosso sonho, alcançando nossos objetivos. Vamos sempre dar o nosso melhor.”

O atacante do Peixe já atuou em 134 jogos com a camisa santista. Ele marcou 80 gols. Ainda não existe previsão para a disputa da sua segunda partida na temporada.