Fisiologista do Sub-20 do Santos FC explica trabalho realizado com atletas que jogarão a Copinha

Fisiologista do Sub-20 do Santos FC explica trabalho realizado com atletas que jogarão a Copinha

O Santos FC está se preparando diariamente, e com muita intensidade, para a estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que acontece no dia 02 de janeiro, em Novo Horizonte, contra o América-RN, às 19h15, no estádio Dr. Ismael de Biasi. O Alvinegro Praiano está no Grupo 04 da competição. A preocupação com os meninos do Sub-20 não fica apenas na parte técnica e tática dentro das quatro linhas, mas também na questão fisiológica de cada atleta.

O fisiologista Gustavo Jorge, que realiza a preparação do time santista para a Copinha, explica que o trabalho não é focado apenas em uma competição, mas sim, em toda temporada.

“O trabalho não é feito apenas para a Copinha. É realizado um trabalho a longo prazo. Por exemplo, hoje, nós temos três meninos do Sub-15 que estão trabalhando no Sub-20. Metodologia, marcadores de carga, um trabalho específico e direcionado para a idade. Depois disso é algo mais amplo.”, diz Gustavo.

É importante destacar que cada jogador tem um trabalho direcionado. Alguns jogadores, por exemplo, possuem mais explosão do que outros. Existem casos de atletas mais velozes, outros mais fortes. “No primeiro momento nós pegamos o perfil fisiológico dos atletas escolhidos pelo professor Aarão, analisamos os atletas baseado no trabalho feito durante todo ano, otimizamos o que eles já têm de melhor e priorizamos mais o que eles têm de déficit. Trabalhamos de forma pontual, atleta por atleta. Os atletas têm um aplicativo no celular falando como eles estão no pré-treino e pós-treino. Intensidade, carga, tudo baseado em cada um. Tudo para minimizar lesões e melhorar desempenho.”, finaliza Gustavo Jorge.

(foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)