Evento homenageia equipe de Goalball, e medalha ficará eternizada no Memorial das Conquistas

Evento homenageia equipe de Goalball, e medalha ficará eternizada no Memorial das Conquistas

(fotos: Ivan Storti/ Santos FC)

Os atletas de Goalball do Santos FC/ Lar das Moças Cegas deram mais um presente ao torcedor santista. Além de quatro jogadores do Alvinegro Praiano (dois no masculino e dois no feminino) terem faturado medalhas de bronze nas Paralimpiadas de 2016, na última segunda-feira (14) um dos craques da modalidade, Leomon Moreno, entregou sua medalha ao Memorial das Conquistas para ser eternizada no reinado alvinegro.

O evento contou com todos atletas e comissão técnica do Goalball, além do lateral-esquerdo Zeca, que conquistou medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Leomon, ala-esquerda, falou sobre a conquista da medalha e do momento vivido no Memorial das Conquistas. “É um momento muito importante para a minha carreira, para os meus companheiros também que estão na Vila Belmiro. Um momento único, de poder deixar minha medalha aqui no Memorial das Conquistas. Isso é muito importante para a divulgação da nossa modalidade, pois precisamos muito dessa divulgação aqui no Brasil. O Santos é o time que deu o pontapé inicial nisso tudo, e estamos muito gratos por isso. Que outros clubes façam isso. Quero agradecer muito nossa comissão técnica também.”

Zeca também quis parabenizar os atletas do Goalball. “Eu gostaria de parabenizar o Leomon pela medalha, ao grupo todo que faz parte disso, tenho certeza, pois está acompanhando a carreira dele. Fico muito feliz com isso, vou procurar conhecer mais sobre o esporte, mas fico mais feliz por ver o Santos tomar este tipo de iniciativa e apoiar a modalidade.”

Título inédito

No último sábado (12), as meninas do time santista de GoalBall conquistaram de forma inédita o título do Campeonato Paulista. A disputa foi realizada em Suzano (SP) e o Santos FC/LMC bateu o Sesi-SP por 7 a 6. O técnico José Mauro fala sobre a conquista.

“As meninas estão muito felizes, elas correm atrás deste título há muito tempo. Este ano o elenco foi reforçado, e o time está bem mais forte. Estamos conseguindo jogar de igual para igual com todos. É importante para a modalidade e também toda nação santista. Quero agradecer além do Santos, o presidente do Lar das Moças Cegas, Antônio Carlos Gomes, o Calucho, que nos dá toda estrutura.”

(texto: Fúlvio Feola)