Empolgado com estreia na Copa do Brasil, Vitor Bueno quer marcar história no Santos FC

Empolgado com estreia na Copa do Brasil, Vitor Bueno quer marcar história no Santos FC

Foto: Ivan Storti/SantosFC

Sem jogar no último fim de semana, o elenco do Santos FC está ansioso para que a bola role nesta quarta-feira (26), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Com saudades de atuar na Vila na Belmiro, o meia-atacante Vitor Bueno está empolgado para o início de mais uma competição nesta temporada. Confiante, o atleta de 22 anos quer ajudar o Alvinegro Praiano a conquistar títulos em 2017.

“Estamos com saudades de jogar na Vila, faz tempo que não atuamos diante nossa torcida em Santos. É diferente jogar aqui. Temos campeonatos difíceis para iniciar e a Vila é um diferencial nosso. Estamos com um time muito forte, que tem chegado em finais desde 2015. Queremos ser campeões de algo de maior expressão este ano para ficarmos marcados na história do clube. Tenho certeza que entraremos fortes em todas as competições que estão por vir”.

Vitor Bueno é o artilheiro do Peixe nesta temporada com seis gols marcados. À disposição do técnico Dorival Júnior para enfrentar o Paysandu (PA), na estreia do Santos FC na Copa do Brasil, o jovem criado em Monte Alto (SP) quer ajudar seus companheiros diante de mais um importante desafio.

“O Paysandu é um time bem treinado, conheço seu treinador (Marcelo Chamusca) e sei que ele costuma montar equipes bem competitivas. Temos que entrar ligados, atentos durante todo o jogo para não sermos surpreendidos. Estamos devendo um pouco para a nossa torcida, mas queremos apresentar um bom futebol e estamos com ótima expectativa para este jogo. Faremos algo diferente e vamos em busca da vitória”, ressaltou.

Santos FC e Paysandu se enfrentam às 19h30 desta quarta-feira (26), na Vila Belmiro. Os ingressos seguem à venda.

Campeão da Copa do Brasil em 2010, o Peixe foi eliminado pelo Internacional (RS) nas quartas de final da edição do ano passado. Na última campanha, o Alvinegro Praiano somou cinco vitórias, três empates e uma derrota, com 17 gols marcados e sete sofridos.