Emoção marca a homenagem ao “Dia Modesto Roma”

Muita emoção. Assim ficou marcada a comemoração do “Dia Modesto Roma”, que aconteceu na terça-feira (23), nas sociais do Estádio Urbano Caldeira. A data normalmente é festejada no dia 15, mas o Clube estava em luto de sete dias pelo falecimento do eterno Capitão Zito.

 

Foram colocadas flores no busto de bronze do patrono do Alvinegro Praiano, que fica ao lado das hermas de Urbano Caldeira e Athié Jorge Coury. Estavam presentes o presidente do Clube e filho do ex-presidente, Modesto Roma Jr, o vice-presidente César Conforti, membros do Comitê de Gestão, conselheiros, familiares do homenageado, colaboradores, torcedores e ex-jogadores.

A filha de Modesto Roma, Marina, leu uma carta lembrando momentos do pai com o avô, principalmente dedicados ao Santos FC. Em seguida, muitos aplausos e o hino do Clube para comemorar a data. “Agradeço a homenagem, não apenas ao pai, mas ao patrono do nosso glorioso Santos FC”, disse Modesto Roma emocionado.

Para encerrar, Gastone Righi, membro do Comitê de Gestão, foi escolhido para falar sobre o homenageado. “A vida de Modesto Roma foi um exemplo. Transformou a cidade em um acontecimento mundial. Só um homem grandioso seria capaz disso. Temos que agradecer o amor que sempre dedicou ao Santos FC”.

Quem foi Modesto Roma

Modesto Roma, que ficou conhecido como “O Gigante da Vila Belmiro”, nasceu em São Vicente no ano de 1907 e foi admitido como sócio do Peixe no dia 03 de julho de 1925 e foi ao lado de Urbano Caldeira um dos mais abnegados e ilustres associados que o Clube já teve em sua existência. Doou sua vida na íntegra ao Clube que tanto amou.

“Nascer, viver e no Santos Morrer” foi o lema que norteou sua trajetória no Clube da Rua Princesa Isabel. Vivia e respirava o Alvinegro da Vila Belmiro. Foi um dos responsáveis pelo crescimento do Clube, principalmente na chamada “Década de Ouro”. Exerceu inúmeros cargos na diretoria e foi Presidente do Conselho Deliberativo de 1971 a 1976. Como presidente esteve à frente da diretoria executiva nos anos de 1975 a 1978. Faleuceu no dia 06 de março 1986, em Santos.

Tem hoje nas sociais do Clube um busto de bronze ao lado das hermas de Athié Jorge Coury e Urbano Caldeira. É um dos patronos do Santos FC, ao lado de Urbano Caldeira e Edson Arantes do Nascimento.

Veja o vídeo do evento:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *