Em partida equilibrada, Santos FC vence o Palmeiras e vai à semifinal do Paulista Sub-20

Em partida equilibrada, Santos FC vence o Palmeiras e vai à semifinal do Paulista Sub-20

O Santos FC está classificado para a semifinal do Campeonato Paulista Sub-20. Em um jogo acirrado, na tarde deste sábado (31), no CT Rei Pelé, os Juniores do Peixe venceram o Palmeiras por 4 a 1 e garantiram a vaga para a próxima fase do estadual. Agora, na disputa para chegar à final, o Alvinegro Praiano enfrenta o Red Bull Brasil nos dois próximos finais de semana.

Somente a vitória interessava ao Santos FC. Depois de perder o primeiro duelo por 1 a 0, no CT II do Palmeiras, os Meninos da Vila precisavam vencer o rival por um gol de diferença para avançar na competição. Porém, a tarefa do time santista ficou mais difícil quando Juninho abriu o placar para os visitantes aos 15 minutos da primeira etapa.

Buscando o gol a todo momento, o Alvinegro Praiano empatou o placar aos 28 minutos. Após cruzamento de Sabino, Lucas Veríssimo subiu mais alto do que a zaga palmeirense e cabeceou firme para as redes.

“Não podíamos nos abalar por ter saído atrás do placar. Tínhamos que manter a postura. Graças a Deus consegui marcar o gol e nos manter na disputa. O time estava focado e isso fez a diferença”, disse o defensor.

Por ter melhor campanha, a equipe santista precisava de mais um gol para se classificar. Porém, sem conseguir ampliar no primeiro tempo, o Peixe viu o Palmeiras ter a oportunidade de retomar a frente do placar aos 16 minutos da etapa final. Após jogada pela direita, Jobson foi derrubado e sofreu pênalti para o Palmeiras. Na cobrança, o goleiro John Victor foi preciso e defendeu a batida de Juninho.

John Victor salta para defender pênalti no CT Rei Pelé (Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)
John Victor salta para defender pênalti no CT Rei Pelé (Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

“Fui concentrado para a cobrança. Focado na batida. Ginguei para desconcentrar o batedor e consegui pular na bola. Isso animou o nosso time. Já estávamos jogando bem e a defesa do pênalti incentivou a equipe”, comentou John Victor.

A partir daí, o Peixe seguiu buscando o gol e permaneceu firme na marcação do ataque Palmeirense. De tanto insistir, o Santos FC conseguiu a virada aos 42 minutos. Após cobrança de falta de Rafael Oller, o lateral direito Patrick subiu sozinho e marcou o tento que a equipe santista precisava.

“Foi uma felicidade muito grande. Só tenho a agradecer a Deus e a todos os companheiros. Nós demos a vida dentro de campo. O John pegou o pênalti e nos contagiou. Na hora que o Rafael foi bater a falta, eu disse para o Alessandro me cobrir para eu ir para a área. Nosso grupo está muito unido. Precisamos continuar assim”, disse o camisa 4.

Mesmo em vantagem no placar, o Santos FC não parou de buscar o gol adversário nos minutos finais. Em jogadas muito parecidas, e de contra-ataque, Alessandro e Rafael Oller, aos 46 e 49 minutos, avançaram na grande área, fintaram o goleiro Daniel Fuzato e marcaram o terceiro e quarto gol santista.

Rafael Oller driblou o goleiro e fez o quarto gol da vitória santista (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)
Rafael Oller driblou o goleiro e fez o quarto gol da vitória santista (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

Satisfeito com o resultado, o treinador Marcos Soares enalteceu o elenco do Santos FC após este equilibrado duelo.

“O resultado não correspondeu, de jeito nenhum, como foi o jogo. Foi muito parelho. Na primeira bola o Palmeiras abriu o placar. Mas o nosso time foi muito bem. Cresceu muito no segundo tempo, começou a tomar conta do jogo e conseguiu a virada. Mas não podemos nos empolgar. Temos que trabalhar bastante para passar pelo Red Bull Brasil”, analisou o comandante.

Santos FC 4 x 1 Palmeiras
Local: CT Rei Pelé, às 16 horas;
Árbitro: Leomar Oliveira Neves;
Auxiliares: João Guilherme Lopes e Marcelo Zamian de Barros;
Cartões amarelos: Sabino (SFC); Altair (SEP);
Cartão vermelho: Altair (SEP);
Gols: Lucas Veríssimo, aos 28 min do 1ºT, Patrick, aos 42 min do 2ºT, Alessandro, aos 46 min do 2ºT e Rafael Oller aos 49 do 2ºT (SFC); Juninho aos 15 min do 1ºT (SEP).

Santos FC: John Victor; Patrick, Lucas Veríssimo, Sabino e Rafael Compri (Alessandro); Murilo Cadina (Robson Alves), Willians (Vitor Alex), Matheus Oliveira, Caio e Rafael Oller; Natan. Técnico: Marcos Soares.

Palmeiras: Daniel Fuzato; Taylor, Gabriel Almeida, Augusto e Jeferson (Joazi); Altair, Jobson, Daniel e Juninho; Kaue (Laerte) e Felipe (Flamarion). Técnico: João Burse.