Elenco vence jogo-treino por 9 a 1 e recebe elogios de Dorival Júnior

Elenco vence jogo-treino por 9 a 1 e recebe elogios de Dorival Júnior

Foto: Ivan Storti/SantosFC

O elenco santista não encontrou grandes dificuldades para superar o Nacional (SP) no jogo treino da tarde desta terça-feira (24). No CT Rei Pelé, o Santos FC bateu o time paulistano por 9 a 1. Os gols do Alvinegro Praiano foram marcados por Rafael Longuine (2), Serginho (2), Vitor Bueno, Rodrigão, Matheus Ribeiro, Kayke e Matheus Nolasco.

Dividido em três partes, o Peixe entrou em campo para os 40 minutos iniciais com: João Paulo; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Zeca; Renato, Thiago Maia, Jean Mota e Vitor Bueno; Arthur Gomes e Rodrigão.

Com imposição do ritmo de jogo, o Alvinegro Praiano abriu o marcador com Vitor Bueno aos 19 minutos do primeiro tempo. Após receber lançamento de Jean Mota, Arthur Gomes se livrou do goleiro na linha de fundo e rolou para Vitor Bueno na entrada da grande área. Sem marcação, o meia bateu com facilidade para o fundo do gol.

Um minuto depois, o Peixe abafou a saída de bola pela direita e surpreendeu a defesa do Nacional com Rodrigão. Dentro da área, o atacante girou e bateu para ampliar o marcador.

Rodrigão marcou o segundo gol do Peixe diante do Nacional (Foto: Ivan Storti/SantosFC)

No segundo tempo, agora em campo com: John; Matheus Ribeiro, Fabián Noguera, Yan e Caju; Longuine, Léo Cittadini, Taciano e Vecchio; Thiago Ribeiro e Kayke, o Peixe marcou o terceiro tento logo aos quatro minutos em cobrança de pênalti convertida por Rafael Longuine.

O Nacional chegou a descontar com Ewerton, aos 27 minutos, em cobrança de pênalti. Mas, quatro minutos depois, Kayke, também de pênalti, marcou o quarto gol santista. No embalo, o Santos FC pressionou a defesa adversária aos 34 minutos e ampliou com o lateral Matheus Ribeiro.

Ainda no segundo tempo, aos 39 minutos, Vecchio deu bom passe para Rafael Longuine e viu o meia marcar o sexto gol santista.

Na etapa final, Dorival Júnior escalou sua equipe com: Vanderlei; Daniel Guedes, Bruno Leonardo, Diego Gomes e Orinho; Carlos Alberto, Serginho e Matheus Oliveira; Calabres, Matheus Nolasco e Diego Cardoso.

Com maior posse de bola, Serginho marcou aos 8 e aos 31 minutos e, no fim da partida, Matheus Nolasco fechou a goleada em 9 a 1 para o Peixe. Satisfeito com o empenho do time, o técnico Dorival Júnior comentou sobre a importância deste jogo-treino para a preparação do time.

“Foi muito proveitoso. Houve agressividade em combate e uma reação rápida na retomada de bola, no campo de ataque principalmente. Tivemos um bom posicionamento ofensivo e paciência com a posse de bola. Já é um parâmetro importante, mas temos coisas a melhorar. A própria desenvoltura dos jogadores. Começamos analisar a postura dos atletas, principalmente a dos mais jovens. Temos que dar um tempo necessário para a adaptação. Mas, pelo que já vimos com este período inicial de trabalhos, a equipe começa melhor do que a temporada passada”, analisou.