Elenco elogia setor de defesa e projeta evolução para as próximas partidas

Elenco elogia setor de defesa e projeta evolução para as próximas partidas

Foto: Juan Reol/SantosFC

O sistema defensivo do Santos FC tem se mostrado muito eficaz nos últimos duelos. Em três jogos na Conmebol Libertadores Bridgestone, o Peixe sofreu apenas um gol, que ocorreu na estreia em 1 a 1 contra o Sporting Cristal, em Lima (PER), no dia 9 de março. Feliz pelo desempenho da defesa no empate em 0 a 0 contra o Independiente Santa Fé, em Bogotá (COL), na noite desta quarta-feira (19), o elenco santista comemora o resultado e enaltece a dedicação de todos os jogadores na hora da marcação.

“Pelas circunstancias do jogo, foi um bom resultado. Sabíamos que jogar contra o Santa Fé, na Colômbia, com o apoio de sua torcida, seria muito complicado. Eles vieram para cima. Mas controlamos bem o jogo, tivemos a posse de bola e eles tiveram poucas oportunidades. Conquistamos um ponto importante. Agora temos que ganhar em casa para fazer valer este ponto conquistado fora”, disse o goleiro Vanderlei, estreante no campeonato.

Líder isolado do Grupo 2, com cinco pontos, o Peixe está invicto na Libertadores 2017. Com duas partidas pelo Peixe na maior competição de clubes do continente, o zagueiro Lucas Veríssimo ressalta a dedicação de todos os atletas para estes números tão positivos.

“Nosso coletivo se saiu muito bem. Todos tiveram participações importantes para segurarmos a equipe deles (Santa Fé). Infelizmente não conseguimos vencer, mas este ponto é para ser comemorado. Tudo isso é fruto do nosso trabalho. Nossa equipe vem trabalhando muito forte. Acredito que estamos em evolução e isso tende a melhorar cada vez mais”.

Titular em todos os jogos do Alvinegro Praiano nesta edição da Conmebol Libertadores Bridgestone, o zagueiro David Braz se diz contente pelo desempenho do Peixe e fala sobre a manutenção dessa boa marcação para o Campeonato Brasileiro.

“A equipe do Santa Fé é veloz e forte fisicamente. Apesar disso, nos comportamos muito bem. Conseguimos neutralizar muitos contra-ataques e jogadas aéreas. Estamos felizes por ajudar o Santos FC a não sofrer gols. Fizemos em campo o que temos trabalhado durante os treinos. Nosso aproveitamento tem sido bom. Se isso acontecer no Campeonato Brasileiro, conseguiremos ficar entre os primeiros colocados da competição”, disse Braz, que ainda projeta uma evolução do elenco santista.

“Sabemos que precisamos melhorar, ainda mais, para as próximas partidas. Não podemos achar que está bom. A Libertadores é uma competição muito difícil, que exige concentração e muita maturidade. Tivemos isso nos três jogos até aqui. Agora precisamos manter também no returno para conseguir nossa classificação”.

Pela quarta rodada da Conmebol Libertadores Bridgestone, o Santos FC enfrenta o Independiente Santa Fé no próximo dia 04 de maio (quinta-feira), às 21h45, no Estádio do Pacaembu.