Coringa de Dorival Júnior, Jean Mota pede alta intensidade diante do Paysandu

Coringa de Dorival Júnior, Jean Mota pede alta intensidade diante do Paysandu

Foto: Ivan Storti/SantosFC

O polivalente Jean Mota voltou a ser relacionado para uma partida do Santos FC. Após ficar fora no último jogo da Conmebol Libertadores Bridgestone, cumprindo suspensão automática, o atleta está à disposição do técnico Dorival Júnior para o duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Empolgado, Jean já sabe o que ele e seus companheiros terão pela frente ao encarar o Paysandu em Belém (PA).

“Estou com uma expectativa boa, são dois jogos sem jogar, estou com muita vontade de atuar. Espero ter uma boa atuação, mas o mais importante é que o time possa sair classificado. Temos que manter o ritmo intenso. Sabemos que lá (Belém) tem o apoio da torcida deles (Paysandu), já joguei por aqueles lados e sei que a torcida influencia bastante. Temos que nos defender bem e sair fortes nos contra-ataques”, disse Jean, que não atuou na partida de ida para que Matheus Ribeiro, seu substituto na Libertadores, ganhasse ritmo de jogo.

No Santos FC desde junho do ano passado, Jean Mota soma 31 jogos, dois gols e cinco assistências com a camisa do Peixe. De lá para cá, o jovem de 23 anos já atuou em diversas funções. Pronto para servir ao clube, o paulistano gosta de ser uma espécie de “coringa”.

“Já joguei de tudo aqui. De ponta, lateral, volante e meia. O importante é estar à disposição. Colocar a camisa e mostrar que sempre quer jogar. Não importa onde apareça a oportunidade, eu vou agarrar ao máximo e tentar dar conta do recado”, ressaltou.

Santos FC e Paysandu se enfrentam às 21h45 desta quarta-feira (10), no Estádio Mangueirão, em Belém (PA). Por ter vencido o primeiro duelo por 2 a 0, na Vila Belmiro, o Peixe tem uma boa vantagem para este desafio. Caso perca por dois gols de diferença, mas faça pelo menos um tento, a vaga fica com o Alvinegro Praiano. Empate e derrota por um gol também dão a vaga ao time comandado por Dorival Júnior.