Copete marca na estreia, mas Santos FC leva gol no fim e perde para o Grêmio

Copete marca na estreia, mas Santos FC leva gol no fim e perde para o Grêmio

Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC

Em um jogo eletrizante e de dois tempos distintos, o Santos FC esteve atrás do placar, buscou o empate, mas acabou derrotado pelo Grêmio por 3 a 2 com um gol no fim, em partida realizada nesta quarta-feira (29), em Porto Alegre (RS). O estreante Copete e o lateral convocado para a Seleção Olímpica, Zeca, marcaram os gols do Peixe no duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“O time foi bem e impôs o jogo no segundo tempo. Infelizmente, não conseguimos segurar o empate e perdemos por 3 a 2. Mas vamos trabalhar para reverter e conseguir um bom resultado no próximo jogo”, disse Zeca ao final do duelo.

Com o resultado negativo, o Alvinegro Praiano aparece na quinta colocação da competição, com 19 pontos. O próximo desafio do Santos FC acontece no domingo (03), diante da Chapecoense, na Vila Belmiro, a partir das 16 horas.

Grêmio aproveita chances e abre vantagem

O primeiro tempo não foi nada bom para o Santos FC. Nas duas chances que teve na etapa inicial, o Grêmio conseguiu anotar. Já o Peixe, teve a posse da bola, mas pecou no último passe e não conseguiu ser efetivo no ataque.

Logo com dois minutos, os donos da casa abriram o placar. Everton bateu da entrada da área e no rebote do goleiro Vanderlei, Giuliano finalizou para as redes.

Em seguida, o Peixe passou a comandar as ações da partida, principalmente na possa da bola. Buscando pressionar os gaúchos, o time de Dorival Júnior ainda chegou bem, com chutes de Rodrigão e Lucas Lima.

A partir daí, o Grêmio recuou e apostou no contra-ataque. E numa das subidas, ampliou a vantagem aos 44 minutos. Everton chutou do bico da grande área e Vanderlei deu rebote. Douglas apareceu no centro da área e completou para o gol.

Estreante Copete mostra o cartão de visita, mas Grêmio garante triunfo no fim

No segundo tempo, o Santos FC teve outra postura e pressionou os donos da casa do começo ao fim.  Na volta do intervalo, o técnico Dorival Júnior promoveu a estreia do atacante Copete, na vaga do meia Vitor Bueno.

Bem em seu primeiro jogo pelo Alvinegro Praiano, o colombiano mostrou para o que veio, logo com um gol. Aos 19, Lucas Lima cobrou escanteio, Gustavo Henrique desviou de cabeça e a bola sobrou para Copete, que dominou na coxa e estufou as redes de Marcelo Grohe.

Após o gol, Dorival Júnior adiantou a equipe ainda mais em busca do empate, ao colocar Yuri no lugar de Gustavo Henrique. Com isso, o Peixe passou a atuar com os dois laterais mais avançados e deixou Renato, Luiz Felipe e Yuri mais recuados.

E aos 25, o Peixe chegou com perigo à meta adversária. Zeca cruzou para a área, Rodrigão dividiu com a defesa gremista e a bola sobrou para Lucas Lima, que bateu por cima do gol.

Dez minutos depois, Jean Mota substituiu Renato. Com isso, Thiago Maia foi recuado para a defesa e o time da Vila Belmiro ficou ainda mais avançado.

E a aposta ofensiva de Dorival Júnior deu resultado aos 37 minutos. Após Copete disputar pelo meio, a bola sobrou para Zeca, que mandou uma bomba de direita balançou as redes do Grêmio. Golaço!

Só que aos 43, Marcelo Hermes roubou a bola na saída de jogo do Peixe e tabelou com Giuliano. O lateral gremista penetrou na área santista e tocou para as redes na saída de Vanderlei.

Ficha técnica – Grêmio 3 x 2 Santos FC

Data: 29/06/2016 (quarta-feira)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão

Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos e Bruno Raphael Pires

Renda: R$ 363.345,00

Público: 14.865 (total)

Cartões amarelos: Lucas Lima e Zeca (SFC); Edílson (GRE), Douglas (GRE) e  Walace (GRE)

Gols: Giuliano, do Grêmio, aos 3 minutos do primeiro tempo; Douglas, do Grêmio, aos 43 minutos do primeiro tempo; Copete, do Santos FC, aos 19 minutos do segundo tempo; Zeca, do Santos FC, aos 38 minutos do segundo tempo; Marcelo Hermes, do Grêmio, aos 44 minutos do segundo tempo.

Santos FC

Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique (Yuri), Zeca; Thiago Maia, Renato (Jean Mota); Vitor Bueno (Copete), Lucas Lima; Gabriel e Rodrigão.

Técnico: Dorival Júnior

Grêmio

Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere (Marcelo Hermes), Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Giuliano, Douglas e Everton (Guilherme); Luan (Bobô).

Técnico: Roger Machado