Conheça o trabalho de Fernando Truyts, assistente social do Santos FC

Conheça o trabalho de Fernando Truyts, assistente social do Santos FC

(foto: Divulgação / Santos FC)

O Santos FC tem uma preocupação muito grande em formar cidadãos. Se o trabalho realizado trouxer novos craques, ótimo, mas o primordial é dar sustentação para que os jovens se tornem adultos responsáveis e disciplinados. Um dos responsáveis por realizar este trabalho no Clube é o assistente social Fernando Truyts. Ele está no clube há 1 ano, tem formação em Serviço Social e faz mestrado na UNIFESP, em Santos. Fernando cuida das categorias de Base do Peixe.

“Eu me formei em Serviço Social, mas não parei. Sempre precisamos nos qualificar, para atingir o nosso público alvo com o serviço cada vez melhor. Estou fazendo mestrado, justamente para agregar valores ao meu trabalho.”, diz Fernando.

Truyts cuida de jovens de 11 ao 20 anos de idade. Ele elogia o trabalho que é feito no Peixe, algo não tão comum em outros Clubes do país.

“O Santos forma além de um atleta qualificado, para poder jogar em qualquer lugar do Brasil, mas, claro, também forma pessoas para respeitar a sociedade. Com disciplina e humildade, esse é o principal objetivo do nosso departamento.”

Muitos garotos chegam ao Alvinegro Praiano com diversos problemas familiares. Isso, caso não seja tratado, pode acarretar problemas sérios por toda vida. O clube dá respaldo às crianças que precisam desta ajuda.

“Nós realizamos um trabalho visando com foco nesse tipo de situação. Queremos que o atleta tenha um vida digna dentro e fora dos gramados. Quando chega algum atleta com problema familiar, ou educacional, nós temos uma sala de estudos com vários computadores à disposição, que ajudam os meninos nos trabalhos. Trabalha eu, uma pedagoga e um psicólogo. Nós tratamos o atleta como um ser complexo, não como algo fragmentado. Nós chamamos a família e tentamos ajudar. Se não tiver ao nosso alcance, encaminhamos para alguns serviços de referência. A família é a base, o alicerce. Fazemos várias palestras para dar apoio e amparo”, finaliza Fernando.