Confira as ações realizadas no clássico deste domingo (10)

Confira as ações realizadas no clássico deste domingo (10)

O Santos FC teve um domingo (10) de festa neste fim de semana. Além da bela vitória contra o Corinthians por 2 a 0, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro, várias homenagens e atrações aconteceram no palco sagrado do Peixe. Teve escudo gigante, placa de 100 jogos ao volante Alison, volta olímpica do time Sub-12 (campeões na Coréia do Sul) e duas faixas em campo, uma do Santos FC e Rotary Distrito 4470 em campanha de erradicação da pólio, e outra em apoio a Semana Neuro em Ação, da Comissão Nacional de Médicos do Futebol da CBF.

Antes do início da partida, no momento que os atletas realizavam o aquecimento, o Menino da Vila Alison recebeu uma placa em homenagem aos seus 100 jogos vestindo a camisa do Alvinegro Praiano. A placa foi entregue pelo vice-presidente César Augusto Conforti e pelos pais do atleta, Alonso e Sueli.

Já no intervalo da partida, o maior escudo de clubes de futebol do mundo, que é um projeto idealizado e viabilizado pelo empresário Flávio Pires, contando com a parceria do artista plástico Beto Bandeiras, foi uma das grandes atrações. Aproximadamente 50 pessoas carregaram o escudo, sendo que 25 eram sócios aniversariantes do mês de setembro.Beto que confeccionou a peça. A produção do escudo durou 12 dias, pesando 385 kg. A sua dimensão é de 56m x 58m, totalizando 3248 m². Essa foi a primeira vez que o escudo foi apresentado na Vila Belmiro, antes apenas no Pacaembu.

A equipe Sub-12 do Santos FC foi campeã da Gyeongju International Youth(U-12) Football Tournament, disputada na Coréia do Sul, e eles deram volta olímpica carregando a taça conquistada. Além dos jogadores, o técnico Juary, comissão técnica e dirigentes participaram da homenagem.

O Alvinegro Praiano e o Rotary Distrito 4470 estão na campanha contra a Pólio. As Alvinegras da Vila entraram com uma faixa em campo tendo como objetivo realizar uma campanha de erradicação da Poliomielite. É uma doença altamente infecciosa que afeta principalmente crianças menores de 5 anos de idade. Ela é contraída através da ingestão de água contaminada e pode levar a paralisia. A Pólio não tem cura, mas a prevenção é pela vacina. Mais informações no site www.endpolionow.org/pt. A outra faixa foi para a campanha “Use a cabeça, proteja o seu corpo”, em um apoio do Santos FC à Semana Neuro em Ação, da Comissão Nacional de Médicos da CBF, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Neurologia.

(Fotos: Ivan Storti e Pedro Ernesto Guerra Azevedo)