Com a defesa menos vazada, Vanderlei valoriza empenho da equipe

Com a defesa menos vazada, Vanderlei valoriza empenho da equipe

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)

A terceira colocação, com 19 pontos e o segundo melhor ataque, com 18 gols não são os únicos bons números do Santos FC no Campeonato Brasileiro 2016. A equipe ostenta também o fato de ser a defesa menos vazada, com nove gols sofridos.

O bom desempenho defensivo, na visão do goleiro Vanderlei, é mérito de toda a equipe. “Essa marca é importante para todos. Quando o sistema defensivo vai bem, facilita para o ataque. Dá uma confiança e tranquilidade a mais para eles, e é o que vem acontecendo. A equipe inteira está participando. Como no primeiro gol nosso, quando o Lucas Lima deu o carrinho ali e puxou o contra ataque. Se eles não apertarem na marcação lá na frente, vai sobrecarregar os volantes e o sistema defensivo como um todo. Então é muito importante essa ajuda lá da frente. Você vê que a nossa equipe está bem postada porque os adversários estão criando pouco contra a gente. E quando chegam, chegam pelos méritos deles, não por erro nosso”, disse o camisa 1 do Peixe.

Vanderlei Defesa

O goleiro do Peixe foi elogiado pelo preparador de goleiros do Santos FC, Arzul, que valorizou o trabalho realizado no dia a dia. “O Vanderlei está vivendo um grande momento. Ficamos contentes porque é um atleta muito consciente nos treinamentos, absorve da melhor maneira possível tudo o que é passado para ele e isso vêm ajudando na performance dele. É de se destacar também a entrega e o foco dele nos treinamentos. Não é de falar muito, mas trabalha demais. Só um detalhe ou outro que vamos corrigindo nos treinamentos”, disse o profissional.

“Fico feliz de viver um bom momento, junto com a equipe, em todos os setores. Isso é importante porque influencia o nosso desempenho e os resultados dentro de campo”, finalizou o goleiro do Peixe.

Arzul
Arzul é o preparador de goleiros do Peixe (foto: Ivan Storti/Santos FC)

Defesas contra o Fluminense e trabalho de passes

Um fato que chamou a atenção dos torcedores foi a sequência de defesas do goleiro santista contra o Fluminense, fato que foi comentado pelo preparador de goleiros do Peixe. “A velocidade de reação dele é muito boa, por isso conseguiu fazer as defesas. Ele não é um goleiro espalhafatoso, então ele consegue ficar “mais inteiro” possível nas jogadas. Claro que quando existe a necessidade de cair, ele cai. Mas quanto mais inteiro ele estiver no lance, melhora a velocidade de reação”, explicou Arzul.

Com relação aos trabalhos de passe, em que o goleiro santista está cada vez mais participativo, Arzul destaca os treinamentos e a ajuda dos demais atletas, que se posicionam para facilitar o trabalho de passe do goleiro santista. “O mundo hoje pede isso, a participação efetiva do goleiro no jogo. Aquele que não souber trabalhar com os pés hoje está atrasado. O Vanderlei está trabalhando bastante nos treinamentos, coisa que o Dorival nos ajudou bastante. Para sair um bom passe é preciso que os zagueiros e os laterais deem opção. Um bom passe requer um bom domínio, se não tiver um bom domínio, o passe não vai sair”, disse Arzul.