Arquivado processo sobre suposta falta de refeições para categorias de base

Arquivado processo sobre suposta falta de refeições para categorias de base

O Ministério Público do Trabalho, através da Procuradoria Regional do Trabalho da Segunda Região, arquivou o processo sobre suposta falta de refeições nos finais de semana aos atletas das categorias de base.

Após a audiência, o Santos FC prestou esclarecimentos e negou os fatos apresentados. Havia um acordo entre o Clube e os atletas no sentido de que o jantar, aos sábados e domingos, seria substituído por lanches, pois notou que os jogadores não se alimentavam nas dependências do alojamento nos finais de semana, ainda que a refeição fosse preparada. Assim o Clube cancelou esse acordo, voltando a oferecer o jantar.

Foram demonstrados os relatórios de alimentações e a cópia das carteirinhas dos atletas com o objetivo de firmar o registro junto à Federação Paulista de Futebol, além dos termos de registro das últimas inspeções realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Diante dos fatos, a suposta ausência de fornecimento das refeições do Clube não foi comprovada e a Procuradoria do Trabalho entendeu que o caso era de arquivamento.