Amistoso Comemorativo: Pelé quase marcou o milésimo gol contra o Bahia

Amistoso Comemorativo: Pelé quase marcou o milésimo gol contra o Bahia
O amistoso comemorativo do Santos FC com o Bahia, no sábado (23), às 18h30 (19h30 horário de Brasília), no Estádio Fonte Nova, em Salvador, tem mais um atrativo histórico. Foi em um encontro entre essas duas equipes que o Rei Pelé quase marcou o milésimo gol da carreira.
No dia 16 de novembro de 1969, o Peixe enfrentou o time baiano pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, no estádio da Fonte Nova e empatou em 1 a 1. O camisa 10 santista chutou para o gol que era indefensável para o goleiro que estava batido e fora do lance, quando então o zagueiro de nome Nildo tirou a bola em cima da linha final embaixo da trave.A torcida baiana, revoltada com a participação do zagueiro, começou a vaiá-lo pois se a bola entrasse seria o gol de nº 1000, que foi marcado no dia 19 de novembro, contra o Vasco da Gama, no Maracanã. Veja a ficha técnica do jogo:Dia – 16/11/1969 1×1 EC Bahia
L: Fonte Nova – Salvador (BA)
C: Campeonato Brasileiro (Taça de Prata – Torneio Roberto Gomes Pedrosa)
R: NCr$ 189.909,00 (Recorde de Renda)
P: 37.378
A: Arnaldo César Coelho
G: Jair Bala 88′ – Baiaco 84′

SFC: Agnaldo; Turcão, Ramos Delgado, Djalma Dias e Rildo; Clodoaldo e Lima (Joel Camargo); Manoel Maria, Edu, Pelé e Abel (Jair Bala). Técnico: Antoninho
ECB: Jurandir; Mura, Adevaldo, Nildo e Paes; Amorim e Eliseu; Manézinho, Zé Eduardo (Sanfilippo), Carlinhos (Baiaco) e Artur
Tec: Fleitas Solich.

santos_portal
Amistoso Comemorativo
O evento será em homenagem aos 85 anos da equipe baiana, completados neste mês. Além disso faz parte da programação da pré-temporada do Peixe. Os ingressos custam a partir de 10 reais. A partida comemorativa reedita as finais dos Brasileiros de 1959, 1961 e 1963. Em 59, o Bahia ficou com o título. Dois anos depois Pelé e Coutinho lideraram o Alvinegro Praiano na conquista nacional. E em 63, o Peixe foi campeão novamente.

 

Ao todo, houve 57 confrontos na história. O Santos FC venceu 28 vezes, empatou 12 e perdeu 17. O Peixe marcou 119 gols e sofreu 77.